Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Barreirense empata e vê festa adiada

Ainda não foi ontem que o Barreirense fez a festa de subida à Liga de Honra. O nulo com o Vendas Novas e o empate do Pinhalnovense, adversário directo na luta pela subida de divisão, com o Oriental (2-2) mantiveram a equipa do Barreiro com quatro pontos de avanço sobre o 2.º classificado.
16 de Maio de 2005 às 00:00
Numa altura em que faltam disputar duas jornadas para o final da II Divisão B zona Sul, o Barreirense pode, em caso de empate no Pinhal Novo, fazer a festa de regresso à Liga de Honra, 15 anos depois da única presença na prova. Apesar do apoio de cerca de um milhar de adeptos no campo D. Manuel de Mello, os únicos momentos em que houve festejos foi quando, através da rádio, havia conhecimento que o Oriental marcava ao Pinhalnovense.
Os pupilos de Daúto Faquirá foram ineficazes e não conseguiram ultrapassar a bem organizada defesa visitante. O Vendas Novas, a lutar pela fuga à despromoção, deu uma boa réplica. O alentejano Mário Pessoa colocou, por um par de ocasiões, em sentido a defesa anfitriã. No lado da formação do Barreiro, Moreno dispôs de três flagrantes ocasiões para marcar (31’, 49’ e 74’).
No domingo (17h00) caso os pupilos de Faquirá empatem ou vençam no campo Santos Jorge, em Pinhal Novo, o histórico clube da Margem Sul consegue a promoção. No entanto, há que contar com a garra dos comandados de Paco Fortes que ainda têm uma palavra a dizer e podem adiar a decisão da subida para a derradeira jornada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)