Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Batalha campal em Alvalade

Vários polícias feridos, pelo menos um adepto português e outro espanhol hospitalizados, e dois detidos constituíam, à hora de fecho desta edição, o balanço dos confrontos que ocorreram ontem entre as claques do Atl. Madrid e do Sporting.
19 de Março de 2010 às 00:30
As autoridades sabiam que as claques do Sporting e do Atl. Madrid tinham agendado um confronto, em Lisboa, antes do jogo de ontem à noite
As autoridades sabiam que as claques do Sporting e do Atl. Madrid tinham agendado um confronto, em Lisboa, antes do jogo de ontem à noite FOTO: Pedro Catarino

O CM apurou que, após o jogo da 1ª mão, as autoridades descobriram que as duas claques combinaram uma batalha campal num local de Lisboa. Contudo, os espanhóis terão desrespeitado o compromisso e assim que chegaram a Alvalade (12h00) começaram logo a causar distúrbios. A PSP reagiu e um espanhol foi detido.

Cerca das 13h00, elementos das claques leoninas atacaram adeptos rivais que saíam dos autocarros. Às 16h30, um jovem colchonero, de 25 anos, foi apedrejado, com gravidade, na cabeça. Às 18h30, nova batalha campal, junto ao Alvaláxia. Três spotters da PSP e vários adeptos ficaram feridos. Um elemento de uma das claques do Sporting foi também detido.

PORMENORES

600 polícias

À hora a que o Sporting-Atlético começou, e após vários reforços, a PSP tinha cerca de 600 elementos policiais no Alvalade XXI.

‘Very-lights’

A PSP conduziu autocarros de adeptos espanhóis, à hora de almoço, para o Rossio, apreendendo inúmeros very-lights e artefactos incendiários.

Danos

Um carro de exteriores da RTP sofreu danos ao ser atingido por uma tocha durante a batalha campal que ocorreu cerca das 18h30.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)