Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
6

Belém desperdiça goleada

O Belenenses venceu ontem o Nacional, por 1-0, no jogo que abriu a 32.ª jornada da SuperLiga. Com apenas três jornadas para o fim do campeonato, entende-se que a partida, onde além dos três pontos, pouco mais do que a definição dos lugares na tabela estava em disputa, se tivesse desenrolado numa toada morna e pouco emotiva.
7 de Maio de 2005 às 00:00
O Belenenses ultrapassou com facilidade o obstáculo Nacional
O Belenenses ultrapassou com facilidade o obstáculo Nacional FOTO: Manuel de Almeida
Ainda assim, apesar do nível mediano do encontro, os homens do Restelo acabaram por vencer com toda a justiça. Aliás, depois do golo de Zé Pedro, que converteu de forma irrepreensível um livre à entrada da área do Nacional (23’), os ‘azuis’ de Belém desperdiçaram um sem número de oportunidades flagrantes de golo.
Do outro lado, o Nacional ia tentando dar alguma resposta, mas a equipa mostrava-se demasiado apática e só já bem perto do final do jogo (82’) teve uma verdadeira oportunidade de igualar a partida, mas Adriano, sozinho perante Marco Aurélio, rematou para fora.
FICHA DO JOGO
Local: estádio do Restelo, em Lisboa (2.000 espectadores)
Árbitro: Rui Costa (Porto)
BELENENSES: Marco Aurélio, Amaral, Wilson, Péle, Sousa, Rui Ferreira, Anderson, Zé Pedro, Neca (Ruben Amorim, 87m), Paulo Sérgio (Rodolfo Lima, 90m), Antchouet (Lourenço, 63m). Treinador Carlos Carvalhal.
NACIONAL: Nuno Carrapato, Cardozo, Ávalos, Emerson, Patacas, Cleber, Gouveia, Wendel, Marcelo (Nuno Viveiros, 64m), Alex Goulart (André Pinto, 81m), Adriano. Treinador João Carlos Pereira.
Marcador: 1-0, Zé Pedro (23m)
Acção disciplinar: Amarelos - Anderson (18m), Gouveia (40m), Zé Pedro (42m), Rui Ferreira (53m), Cardozo (59m e 70m), Neca (75m); Vermelho - Cardozo (70m)
Melhor jogador: Zé Pedro
Ver comentários