Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Benfica bate Guimarães com golo de Cardozo

Benfica venceu em Guimarães por 1-0. Avançado voltou a ser decisivo no ataque encarnado.
22 de Setembro de 2013 às 20:08
André Brás disputa a bola com Matic
André Brás disputa a bola com Matic FOTO: Reuters

A partida realizada na Cidade Berço evidenciou dificuldades acrescidas para as duas equipas. Ao início de jogo atribulado, estilo sul-americano, com várias faltas, que obrigou o juiz a avisar e a atuar disciplinarmente para travar o ímpeto dos jogadores sobre o relvado, seguiu-se minutos de muita luta, muitas faltas e pouco futebol.

O Benfica foi o primeiro a criar algum perigo. Um livre de Enzo na direita permitiu o cabeceamento de Garay por cima da trave. Pouco, muito pouco.

Faltou mais ousadia às duas equipas na área adversária. Uma tarefa difícil, que levou os dois treinadores a gritar e esbracejar para dentro do relvado, na tentativa de corrigir o posicionamento de alguns jogadores. 

Jesus protestou com Matic e o sérvio respondeu no mesmo tom. Na verdade, o clube da Luz está longe de ser uma equipa a tempo inteiro, sobretudo a nível ofensivo, levando perigo relativo para a baliza de Douglas, que tem estado seguro nos cruzamentos.

O Vitória de Guimarães como que começou a acreditar que podia marcar e André Santos desferiu um remate traiçoeiro, que Artur desviou para canto.

Mas pouco depois, o Benfica criou o melhor lance até ao momento:Siqueira, a passe de Cardozo, rematou para uma defesa difícil de Douglas (33’).

Na reentrada da 2.ª parte, o Benfica foi assentando o jogo e mostrou-se mais dominador, até porque Addy viu o cartão vermelho por acumulação, que deixou os 'locais' em inferioridade numérica.

Os homens de Jorge Jesus tinham, agora, 30 minutos para impor a sua superioridade e o treinador não demorou muito a lançar Lima para o lugar de Djuricic, na tentativa de “forçar” o assalto à fortaleza dos “conquistadores”. A bola era mais vermelha no relvado de Guimarães.

No seguimento do encontro, Lima caiu na área, derrubado por Paulo Oliveira, mas o árbitro nada assinalou, após consultar o árbitro assistente. Jorge Jesus protestou e abriu os braços de espanto. 

O jogo entrava na fase decisiva e o Benfica, mais organizado, chegou à vantagem: Cardozo aproveitou um canto para rematar para o fundo da baliza. Na verdade, Marco Matias ainda tentou evitar o golo, mas acabou por desviar a bola de Douglas. Ao paraguaio pouco importou, o Benfica ganhou uma vantagem importante no duelo de Guimarães e o avançado voltou aos golos decisivos.

benfica vitória de guimarães futebol matic
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)