Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

BENFICA CONTESTA MULTA DA INSPECÇÃO GERAL DE TRABALHO

O Benfica vai contestar a multa de 300 mil euros que lhe foi imposta terça-feira passada pela Inspecção-Geral do Trabalho (IGT), anunciada anteontem por Manuel Vilarinho, em Portimão, na sua primeira aparição pública depois de ter sofrido um ataque cardíaco a 9 de Abril.
26 de Abril de 2003 às 00:00
A IGT, que terá entrado em campo com base na queixa de um funcionário do clube, acusa o Benfica de incumprimento do contrato colectivo de trabalho da Liga Portuguesa de Futebol Profissional, por não ter pago o subsídio de Natal de 2002 e não aumentar os salários dos funcionários há dois anos.
No que toca à questão do subsídio de Natal, os ‘encarnados’ alegam que a IGT fez mal as contas. Segundo fonte bem colocada do clube da Luz, no âmbito da política de redução de pessoal em marcha, foram dispensados 60 funcionários no início deste mês, aos quais foram pagos os subsídios de Natal de 2002, que estavam em falta, para além de tudo o resto que foi acordado – 1,2 salários por ano de casa e restantes subsídios.
Só que a notificação da IGT não tem em conta este facto e incluiu estes 60 funcionários no ‘bolo’, fazendo assim aumentar o valor da multa.
A nossa fonte confirma que os 57 funcionários que permanecem no clube (eram 234 quando Manuel Vilarinho tomou posse) não receberam subsídios de Natal em 2002 e não são aumentados há dois anos.
A Direcção do Benfica justifica o congelamento dos salários com a difícil situação financeira do clube e recorda que tem todas as obrigações para com o estado em dia, para além de ter pago cerca de 3 milhões de contos em impostos relativos ao ‘reinado’ de Vale e Azevedo.
A IGT é um serviço público tutelado pelo Ministro da Segurança Social e do Trabalho, o benfiquista Bagão Félix, mas tem independência funcional. O CM tentou ontem, sem sucesso, chegar à fala com Nuno Ataíde das Neves, Inspector-Geral do Trabalho.
MIGUEL AUSENTE DEPOIS DE NOITE MAL DORMIDA
Quatro notas de destaque na conferência de Imprensa de José Antonio Camacho a lançar o jogo desta noite, no reduto do Sporting de Braga (19h45, Sport TV): o treinador está convencido que os adversários correm mais quando defrontam o Benfica e que o Braga não será excepção; o onze titular está dependente da recuperação de Hélder de uma gripe; Ednilson foi convocado pela primeira vez mas o técnico vai apostar em João Manuel Pinto ou Andrade para render o castigado Petit; e Miguel não treinou porque... a filha não o deixou dormir.
“Hoje (ontem), o treino do Miguel foi dormir. Disse-me que não tinha dormido bem de noite por causa da filha. Nesta altura da temporada, um treino ou dois a menos não é importante”, explicou Camacho.
Miguel contou ao CM que a Rafaela, de quatro meses, “teve de tomar umas vacinas e por isso teve uma noite agitada”: “O treinador foi compreensivo. Deu para descansar um pouco mais durante a manhã e estou pronto para o jogo”. Camacho volta a marcar pontos. Quanto à partida, o técnico diz que será “uma canção que se repete todas as semanas – contra o Benfica vão correr mais do que contra qualquer outra equipa”. E mostra confiança: “Se jogarmos a cem por cento o Braga terá grandes problemas”.
O onze titular é incógnita ainda. “Não tenho a certeza se Hélder pode jogar e no lugar do Petit pode jogar o João Manuel Pinto ou o Andrade”, disse, frisando que Ednilson, “saiu de uma lesão e precisa de mais trabalho”. Quanto ao facto de Jesualdo Ferreira, novo técnico do Braga, conhecer bem o Benfica, Camacho dá pouca importância: “Ele agora tem outras dificuldades”.
O técnico congratulou-se com o apuramento do FC Porto para a final da Taça UEFA e lamentou o afastamento do Boavista. “O FC Porto demonstrou claramente que é a melhor equipa da competição. Gostava que o Boavista também se tivesse apurado porque ia ser uma final com mais rivalidade.
Noutro plano, o Cruzeiro, do Brasil, disse não estar interessado em negociar Geovanni com o Barcelona, por troca com o lateral argentino Sorín.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)