Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Benfica goleia V. Guimarães

Com uma grande exibição, o Benfica venceu o V. Guimarães por 4-0, no Estádio D. Afonso Henriques, e aumentou para quatro pontos a vantagem sobre o FC Porto. 
17 de Março de 2013 às 22:42
Benfica, V. Guimarães, liga, futebol
Benfica, V. Guimarães, liga, futebol FOTO: SE Record

Com a pressão positiva de ganhar para reforçar a liderança, o Benfica entrou mais decidido e acutilante na partida de Guimarães. O encontro abriu com o líder ao ataque: Cardozo lançou Lima e Assis teve de sair fora da área para afastar o perigo.

Aos 17’, Salvio cruzou na direita e Jardel, isolado na área, cabeceou ao lado.

Pouco depois, Cardozo, de cabeça, também ameaçou o golo. A bola saiu a rasar o poste direito da baliza vitoriana, após cruzamento de Gaitan (28’).  

O V. Guimarães, a pouco e pouco, tentou subir de produção. A equipa de Rui Vitória actuou com as linhas subidas no relvado, pressionou bem na zona central e procurou dificultar as operações aos homens de Jorge Jesus, mas sem grandes efeitos práticos.  

Aos 36’, Lima esgueirou-se à defesa do V. Guimarães (guarda-redes incluído) e foi atropeladopor Kanu, que viu o cartão amarelo. Cardozo, chamado a bater o pontapé de 11 metros, apontou o golo inaugural através de um tiro forte e colocado. Golo. A sete minutos do intervalo, o Benfica passou para a frente do marcador. Uma vantagem justificada e indiscutível.

Na 2.ª parte, os encarnados criaram várias oportunidades para ampliar a vantagem: Garay atirou ao lado, após um canto de Gaitán (53’); Lima aqueceu as luvas de Assis (56’). 

Na verdade, a partida complicou-se ainda mais para o V. Guimarães: Kanu dividiu um lance com Melgarejo e viu o segundo amarelo. O defesa tocou na bola, mas também derrubou o extremo paraguaio e teve de abandonar as quatro linhas, deixando a sua equipa reduzida a 10 unidades.  

O Benfica, controlador, mantinha-se coeso como 'bloco' e respondia bem em termos de meio-campo. Por isso, não fora de estranhar o segundo golo do Benfica: Garay surgiu bem na área a finalizar um cruzamento largo de Melgarejo. Grande conclusão do argentino, que aplicou um belo 'chapéu' a Assis. Festa nas bancadas para a plateia encarnada presente no D. Afonso Henriques. 

Mas nem tudo correu bem. Aos 65’, o jogo teve de ser interrompido cerca de três minutos, devido ao rebentamento de dois petardos nas imediações de Artur, guarda-redes do Benfica. Cenas lamentáveis de um encontro que continuou a ser completamente controlado e dominado pelos encarnados. 

Sálvio ainda teve tempo para apontar o terceiro golo do Benfica, após fintar o guarda-redes (82’) e Rodrigo fechou as contas do encontro com um remate forte dentro da área, de pé esquerdo, já no período de compensação. O V. Guimarães não teve capacidade para inverter o rumo da partida .

Nas contas do título, o Benfica reforçou a vantagem e a liderança para o FC Porto: quatro pontos separam as duas equipas, a sete jornadas do fim da Liga.   

 

Benfica V. Guimarães liga futebol
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)