Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Berardo em risco de ser multado

Joe Berardo está sujeito a uma coima que varia de 25 mil a 2,5 milhões de euros caso a CMVM (Comissão do Mercado de Valores Mobiliários) considere que o empresário desrespeitou as normas sobre a Oferta Pública de Aquisição (OPA).
18 de Junho de 2007 às 00:00
OPA. Berardo pode ser hoje chamado pela CMVM para esclarecer algumas declarações que fez à imprensa.
OPA. Berardo pode ser hoje chamado pela CMVM para esclarecer algumas declarações que fez à imprensa. FOTO: Pedro Catarino
Na passada sexta-feira Joe Berardo lançou uma oferta pública de aquisição sobre 60 por cento do capital social do Benfica a 3,5 euros por acção. Berardo justificou a operação com o objectivo de ajudar o clube presidido por Luís Filipe Vieira. Disse mesmo que “alguém está a prejudicar o Benfica”, pois os investidores e sócios adquiriram as acções a cinco euros, em 2001, e, antes do anúncio da OPA, cotavam-se a 2,69 euros.
Recorde-se que os 15 milhões de títulos do Benfica foram admitidos à negociação na Euronext Lisboa a 22 do mês passado. Desde então até ao passado dia 14 desvalorizaram-se 46,2 por cento, para 2,69 euros. No dia em que Joe Berardo comunicou à CMVM a OPA sobre 60 por cento do capital social do Benfica, os papéis encarnados subiram 54 por cento, para 4,15 euros.
A operação, que consiste na compra de nove milhões de títulos do Benfica da categoria B, totaliza 31,5 milhões de euros.
No entanto, no dia do anúncio da OPA, Joe Berardo disse à SIC Notícias que a oferta poderia ir até cem por cento do capital do clube da Luz. Afirmação essa que pode levar a autoridade reguladora do mercado de capitais a aplicar ao empresário a mencionada coima e a suspender a negociação das acções do Benfica na sessão bolsista de hoje. Isto porque Joe Berardo teria ido além da informação prestada à CMVM.
Mas o empresário não se manifestou preocupado com a entidade fiscalizadora da praça financeira. Declarou ontem à Lusa que desconhece a possibilidade de as acções benfiquistas serem suspensas da transacção. Acrescentou que está apenas à espera do que vai acontecer nos próximos dias relativamente à OPA.
Segundo uma fonte da CMVM, citada ontem pelo ‘Diário de Notícias’, “se a informação for considerada relevante para a OPA na segunda-feira logo pela manhã, antes da abertura do mercado”, Berardo “será notificado para prestar essa informação”.
CARDOZO ESTÁ BEM ENCAMINHADO
A transferência de Óscar Cardozo para o Benfica estava ontem bem encaminhada depois de cedências de ambas as partes terem aproximado as posições. Depois de anteontem Pedro Aldave, representante do avançado do Newell’s, ter afirmado ao CM que a operação estava “muito difícil”, um volte-face entretanto verificado torna agora mais provável a concretização do negócio. O Benfica, representado por José Veiga, terá subido a parada e oferecido cerca de oito milhões de euros por 80 por cento do passe do avançado paraguaio e o clube argentino está agora receptivo a fechar o negócio. Entre Benfica e o jogador de 24 anos já há acordo para um contrato por cinco épocas. O jogador confessou ontem ao CM que tem pressa: “Oxalá as coisas se decidam antes da Copa América. A minha vontade é jogar no Benfica e só falta mesmo os clubes chegarem a acordo.” Entretanto, David Luiz foi ontem chamado por Dunga para treinar com a selecção principal do Brasil que prepara a Copa América.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)