Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Berardo não desiste dos 30 por cento

Tal como se previa, a Operação Pública de Aquisição (OPA) lançada por Joe Berardo sobre a SAD do Benfica ficou muito aquém do objectivo. No entanto, o empresário reafirmou a vontade de continuar a investir no clube e de ter, pelo menos, 30 por cento do capital da SAD.
21 de Agosto de 2007 às 00:00
'Não fiquei contente com o resultado', disse ontem Joe Berardo, depois de saber que a grande maioria dos benfiquistas optou por não vender. “Têm o clube no coração”, disse.
'Não fiquei contente com o resultado', disse ontem Joe Berardo, depois de saber que a grande maioria dos benfiquistas optou por não vender. “Têm o clube no coração”, disse. FOTO: Tiago Petinga / Lusa
Berardo, que afirmou ir negociar com a administração do Clube da Luz, não pode lançar uma nova OPA durante um ano.
“Espero que no futuro consiga desenvolver algo com o presidente, com a administração do Benfica [...], se quiserem a minha ajuda, claro”, referiu o empresário, acrescentando que “o Benfica tem grandes possibilidades e é preciso dar uma reviravolta para que não aconteça o que está a acontecer. O Benfica precisa de rever a sua situação”, acrescentou.
Joe Berardo, que não se considerou “derrotado”, ficou com 145 144 acções da SAD do Benfica, o que representa menos de um por cento do capital. O empresário já tinha já 5291 acções do clube da Luz.
CONSEQUÊNCIAS
TÍTULOS A SUBIR
As acções da Benfica SAD encerraram ontem na Euronext Lisboa a subir quase um por cento. Os ‘papéis’ do Benfica encerraram a valorizar 0,93 por cento, para 3,25 euros, depois de na abertura da sessão terem tocado os 3,41 euros, máximo da sessão, com um ganho de 5,9 por cento.
BANCO DO BENFICA
Com o falhanço da OPA de Berardo sobre a SAD benfiquista, cai por terra o projecto do empresário de fazer um Banco do Benfica. Berardo anunciou que tinha como objectivo fazer uma instituição bancária que concedesse crédito aos sócios do Clube da Luz.
RESULTADOS DA OPERAÇÃO
Oferta: 12.750.001 (acções ordinárias)
Imputáveis ao oferente: 5.291 (acções ordinárias)
Efectuado: 145.144 (acções ordinárias)
Qt. Detida após OPA (de acordo com a informação detida pela Euronext Lisbon): 150.435 (acções ordinárias)
Montante: 508.004 (acções ordinárias)
Não Transaccionado na Sessão Especial: 12.599.566 (acções ordinárias)
PARA UM TOTAL EM OFERTA DE 12.750.001 ACÇÕES
TRANSACCIONADAS: 145.144
NÃO TRANSACCIONADAS: 12.599.566
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)