Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Bis de Goulart deixa Estoril em último

A formação do Nacional garantiu ontem a permanência após ter goleado o Estoril, na Choupana, por 4-1, enquanto os ‘canarinhos’ ficaram agora isolados no último lugar, com menos um ponto que Moreirense e Académica, mas ainda com hipóteses matemáticas de ficar na SuperLiga.
1 de Maio de 2005 às 00:00
Alex Goulart apontou dois dos golos do Nacional
Alex Goulart apontou dois dos golos do Nacional FOTO: d.r.
O embate teve um início bastante agradável, com ambos os conjuntos a procurarem sem rodeios, as balizas contrárias, embora com ligeiro sinal mais por parte dos madeirenses. Depois, chegaram os dois momentos caricatos que alteram o marcador. Aos 22 minutos, João Pedro deu uma fífia tremenda e deixou Alex Goulart com apenas Jorge Batista pela frente: O brasileiro não teve dificuldades em inaugurar o marcador.
Logo depois, o guardião do Nacional, Hilário, escorregou e falhou a reposição do esférico, colocando a bola nos pés de Vargas. O médio do Estoril não desperdiçou o ensejo e fez o empate.
PEREIRA ASSOBIADO
Na segunda metade, o Nacional começou melhor e chegou ao segundo golo aos 56 minutos, novamente por Alex Goulart, que num cabeceamento em jeito não deu hipóteses de defesa a Jorge Batista. Inexplicavelmente, o brasileiro acabaria por ser substituído e os adeptos não gostaram nada da opção de João Carlos Pereira.
Nos últimos minutos, Adriano, em novo lance confuso, e Gouveia haveria de estabelecer o resultado final, talvez um pouco exagerado por aquilo que se passou nas quatro linhas. O árbitro portuense Paulo Paraty teve um desempenho positivo, sem influência no resultado.
FICHA DO JOGO
Local: estádio Eng.º Rui Alves, no Funchal (2.500 espectadores)
Árbitro: Paulo Paraty (Porto)
NACIONAL: Hilário, Patacas, Ávalos, Fernando Cardozo, Cleomir, Cléber, Wendell (Bruno, 75m), Gouveia, Marcelo (André Pinto, 88m), Alex Goulart (Nuno Viveiros, 69m) e Adriano. Treinador João Carlos Pereira.
ESTORIL: Jorge, Torres, Buba, Dorival, João Pedro, Paulo Sousa, Elias, Maurel (Cissé, 74m), Vargas (Raphael, 63m), Fellahi (Felipe, 59m) e Moses. Treinador Litos.
Marcador: 1-0, Alex Goulart (22m); 1-1, Vargas (28m); 2-1, Alex Goulart (56m); 3-1, Adriano (87m); 4-1, Gouveia (90m).
Acção disciplinar: Amarelos - Ávalos (32m), Vargas (38m), Marcelo (61m) e Gouveia (90m)
Melhor jogador: Alex Goulart
Ver comentários