Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

BÖLÖNI ESTÁ SEM ECO NO BALNEÁRIO DO LEÃO

O Sporting hipotecou sexta-feira, em Barcelos, quase todas as possibilidades de se apurar para a milionária Liga dos Campeões na sequência de um mês verdadeiramente decepcionante para os ‘leões’, em que Bölöni parece ter perdido o controlo do seu próprio balneário.
23 de Março de 2003 às 01:15
Cada vez mais só e, aparentemente, sem capacidade de fazer a equipa reagir – foi o próprio Laszlo Bölöni a assumir o adormecimento, a falta de eficácia e os erros técnicos dos seus jogadores –, a visita a Barcelos serviu ainda para o técnico romeno confirmar o Gil Vicente, de Vítor Oliveira, como a sua besta negra em Portugal – desde que está em Alvalade, foram os gilistas a equipa que mais pontos roubou ao Sporting: 10 em 12 possíveis.
Com os resultados desportivos muito aquém do pretendido, resta aos ‘leões’ garantirem a presença na próxima edição da Taça UEFA, cenário entretanto assumido por Bölöni que não evitou, após o encontro, o envio de recados direccionados para o interior de um grupo de trabalho, o seu, incapaz de esconder tremenda falta de confiança e de liderança.
Com o desalento a envolver jogadores, técnicos e dirigentes, a SAD prepara já a próxima temporada futebolística. A distância entre os jogadores e a equipa técnica nunca foi tão grande.
Março revelou-se fatídico para as aspirações de uma equipa que não vence desde a visita a Moreira de Cónegos, a 24 de Fevereiro, e Bölöni, num momento em que a crise é indisfarçável, até já fala na defesa do terceiro lugar. A Taça UEFA perfila-se agora como o objectivo a segurar, com a certeza de que Bölöni fica até final da época, como a SAD pretende.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)