Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Braga no céu com diamantes

"Queremos fazer um grande jogo no Emirates. Acreditamos que podemos surpreender." A confiança de Domingos Paciência é o reflexo claro e inequívoco do optimismo que reina no Sp. Braga antes da estreia na fase de grupos da Champions no terreno do Arsenal (hoje às 19h45).
15 de Setembro de 2010 às 00:30
Domingos está confiante para a estreia na Liga dos Campeões
Domingos está confiante para a estreia na Liga dos Campeões FOTO: José Moreira

Os minhotos viajaram num avião personalizado – os símbolos e as cores do clube adornam a parte traseira e uma das asas –, chegaram motivados pelo play-off exímio e só pensam em dar continuidade ao seu sonho europeu.

O deslize no Dragão (2-3), a contar para o campeonato, não beliscou a equipa de Domingos. Depois de terem derrubado o colosso espanhol Sevilha, só o céu é o limite para a ambição minhota. "O Arsenal tem mais história, é favorito e não acusará a ausência dos jogadores lesionados, mas nós podemos surpreender", afirmou Domingos, garantindo que o Sp. Braga "vai manter-se fiel aos seus princípios" apesar de também também ter ausências de peso (os castigados Salino e Elderson). "Não é de um dia para o outro que vamos mudar. Não vamos fugir daquilo que tem sido a nossa marca. Como tal, esperamos que possamos fazer a diferença em certos momentos do jogo", explicou.

Fernando Couto, director desportivo do Sp. Braga, reforçou a confiança: "Teoricamente, o Arsenal é o adversário mais difícil até agora. Mas estamos supermotivados e queremos continuar a surpreender algumas pessoas." António Salvador, o presidente do clube, também acredita no sucesso minhoto, embora tenha sublinhado que "o mais importante neste jogo com o Arsenal é somar pontos".

"NÃO SOMOS TURISTAS"

O brasileiro Matheus fez manchete em Inglaterra pelo provável regresso à titularidade e por ter dito ao ‘Daily Star’ que "o Sp. Braga não está na Champions como turista. Queremos viajar pela Europa e ganhar", avisou, lembrando que "ninguém esperava" a eliminação do Sevilha. O avançado disse, ainda, que "gostava de marcar no Emirates", um desejo levado em conta por Arsène Wenger, treinador do Arsenal. É que o técnico francês considera que "os brasileiros são o maior perigo do Sp. Braga", assim como "a estratégia de contra-ataque da equipa". Wenger promete, por isso, estar "de olhos bem abertos". "Fiquei impressionado quando eliminaram o Sevilha", confessou.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)