Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

"Bruno de Carvalho ia dizer mal do treinador no camarote", diz Octávio Machado

Antigo dirigente nega acusações do ex-presidente do Sporting no seu livro e lança duras críticas
11 de Fevereiro de 2019 às 00:32
A carregar o vídeo ...
Antigo dirigente do clube acusa Bruno de cair "de páraquedas no futebol" de ser "mal agradecido"
Octávio Machado acusou Bruno de Carvalho de mentir no seu novo livro. O antigo diretor para o futebol leonino reagiu desta forma às declarações do antigo presidente sobre o facto de Octávio relatar a Jesus tudo o que vinha na comunicação social.

"Como é que ele sabe que eu conversava com o Jorge Jesus sobre o que vinha nos jornais às oito da manhã? É tão mentira isso porque os jornais eram levados pela mão do Vasco Fernandes, que os punha no gabinete do Jorge Jesus; eu chegava, cumprimentava o Jesus, ele raramente lia jornais e eu agarrava neles e ia para o meu gabinete", revelou na CMTV.

Sobre a parte em que Bruno de Carvalho indica que Octávio se dava bem com os árbitros, este confirmou mas explicou tudo com a boa educação: "Dou-me bem com árbitros? Muito bem, sempre me dei. Por isso é que nunca fui expulso, dirijo-me a eles educadamente. Nunca fui expulso do banco. Agora ele era obrigado a estar no banco porque se fosse para o camarote ia dizer mal do treinador e as pessoas de lá faziam feedback".

Sobre o livro, Octávio Machado referiu que é normal o antigo presidente falar dele e de Jorge Jesus, pois só assim atrai leitores: "Quem é que lia o livro se não estivesse lá o Octávio e o Jesus? Quem? Vamos ver se ele esclarece Alcochete. O relacionamento dele com Marco Silva, com os jogadores, o post sobre o Guimarães."

"Bruno de Carvalho nem agradece aos que o substituíram como pai"

Octávio Machado disse este domingo que Bruno de Carvalho não agradece a quem cuidou da filha nos jogos fora em que o antigo presidente a deixava, alegadamente, sozinha no hotel.

"Este homem não sabe ser agradecido a ninguém, nem àqueles que algumas vezes o substituíram como pai quando ele levava a filha mais velha aos jogos ao estrangeiro e depois saía para as suas obrigações e deixava a filha no quarto sozinha. Os jogadores traziam a menina para estar connosco à mesa", revelou Octávio Machado na CMTV.

O antigo diretor para o futebol leonino explicou ainda que não foi para o Sporting por causa de Bruno de Carvalho: "Eu sabia o que ia encontrar, não fui para lá por Bruno de Carvalho. Fui para lá pelo Jesus e pelo Sporting".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)