Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Candidatos desiludiram

Nervos a mais e futebol a menos, para dois candidatos à subida, marcaram ontem o jogo grande da Liga de Honra, que opunha os dois primeiros classificados da tabela. O nulo que persistiu no marcador durante 90 minutos retrata de forma fiel a maneira calculista e preguiçosa como as duas formações abordaram o jogo. Uma partida em que, claramente, o que mais contava era não perder.
19 de Março de 2007 às 00:00
Rio Ave empatou em Matosinhos e manteve o primeiro lugar
Rio Ave empatou em Matosinhos e manteve o primeiro lugar FOTO: d.r.
Ambas as equipas entraram muito nervosas em campo. Logo aos três minutos, uma escaramuça entre Delson e Jorge Duarte prenunciou um jogo tenso. Mas não intenso. A agressividade (de parte a parte) sobrepôs-se à técnica e a desinspiração às ideias.
Ainda assim, foi o Rio Ave que mais depressa se libertou da carga nervosa. Com linhas de jogo melhor definidas, soube explorar espaços para lançar jogadas de contra-ofensiva, através de acções levadas a cabo por Fábio Coentrão, Delson e Keita.
A primeira vez que o Leixões se acercou com perigo da baliza dos vilacondeses aconteceu aos 27 minutos, quando Marco Cadete rematou com relativo perigo por cima da barra, após bom passe de Alexandre. Um lance que despertou um pouco o abúlico ataque da equipa da casa, embora ligeiro ascendente fosse apenas territorial.
No segundo tempo o jogo continuou em ‘banho-maria’. João Eusébio, técnico dos vilacondenses, ainda tentou, através de uma substituição, dar um cariz mais ofensivo à sua equipa, mas ficou-se pela intenção. Dentro do campo as ideias faltavam, de lado a lado, pelo que o resultado não podia ser outro.
GUIMARÃES CHEGA AO TERCEIRO LUGAR
Após 22 jornadas e algumas tormentas pelo meio (que valeram a cabeça do treinador Norton de Matos), o Vitória de Guimarães chegou ao terceiro lugar da Liga de Honra, ‘local’ de onde se tem uma vista magnífica para os dois lugares que garantem a promoção.
Mérito para o técnico Manuel Cajuda, que após ter pegado na equipa de forma titubeante (duas derrotas e um empate), embalou a seguir para cinco triunfos de enfiada, três dos quais fora do ‘berço’.
No jogo grande da ronda, entre os dois primeiros da tabela, Leixões e Rio Ave empataram sem golos, o que também favorece os vimaranenses. O Feirense, que em caso de vitória ficaria a um ponto do segundo lugar, baqueou em casa com o Trofense, no resultado mais inesperado da jornada.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)