Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

CARLOS SILVA NAS SELECÇÕES

Carlos Silva será o novo responsável directo pelas selecções nacionais no seio da Direcção da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), enquanto António Henriques se mantém na vice-presidência do Conselho de Arbitragem.
17 de Setembro de 2002 às 23:45
Jorge Coroado ficou de fora, com a Associação Lisboa a optar por indicar Carlos Esteves. Estas foram as principais novidades da lista para os Corpos Gerentes da FPF apresentada ontem por Gilberto Madaíl, que tem desde já garantida a recondução no cargo nas eleições de 12 de Outubro, uma vez que Artur Jorge (ver texto em baixo) não conseguiu reunir os 25 por cento de apoios necessários para ir a votos.

O novo vice-presidente desportivo, Carlos Silva, já integrava a anterior direcção, como vogal, ligado à área das selecções, e tinha substituído António Boronha depois de este se demitir devido ao fracasso no Mundial do Oriente. Aos 68 anos, o antigo jogador do Belenenses e da CUF e ex-presidente da Associação Nacional de Treinadores de Futebol, enfrenta um desafio complicado, mas tem a seu favor o facto de já conhecer bem os jogadores.

"Tivemos uma experiência de dois meses com Carlos Silva, que produziu mais relatórios nesse período do que os que foram feitos nos quatro anos anteriores. Entendemos que é a pessoa indicada para esta função", afirmou Madaíl.

O responsável escusou-se a comentar a eventualidade de Manuel José vir a a assumir o cargo de seleccionador nacional, escudando-se no facto de ter ainda de falar com Carlos Silva e outros dirigentes da federação.

Madaíl negou ter exercido qualquer pressão para Artur Jorge não ir a votos e disse que a sua lista é constituída por “pessoas de trabalho”.

Ainda sobre o fracasso no Mundial, o dirigente afirmou, na SIC, que “o barco teve um rombo tendo sido o capitão o único a manter-se a bordo”. “Depois de alguns ratos terem saído, tenho que pôr a selecção nacional no bom caminho, o que aliás já começou com o jogo em Inglaterra”, disse.

Movimento por Agostinho Oliveira

O Correio da Manhã sabe que no seio dos elementos que irão constituir a futura Direcção da FPF existe uma facção importante que defende a continuidade de Agostinho Oliveira no cargo de seleccionador. Pode assim desenhar-se um confronto entre os que querem Agostinho Oliveira e os que apostam antes em Manuel José.

Gilberto Madaíl, como o CM já adiantou, pretende que Manuel José seja o escolhido, até porque é essa a vontade de Valentim Loureiro, presidente da Liga de Clubes, que deu o apoio a Madaíl neste confronto com Artur Jorge. Segundo o CM apurou, os elementos da Direcção pró-Agostinho Oliveira vão confrontar Madaíl logo na primeira reunião de Direcção após as eleições de 12 de Outubro.

Refira-se que, segundo os estatutos da federação, a escolha do seleccionador nacional é responsabilidade da Direcção no seu todo e não apenas do presidente.

Aqueles que defendem Agostinho Oliveira têm mesmo a intenção de juntar outros membros para a sua causa. O facto de os jogadores da selecção verem com bons olhos a sua continuidade, é apontado como argumento decisivo.

A lista

Assembleia Geral: Presidente: Mesquita Machado. Vice-presidente: Avelino Silva Rocha Ribeiro.

Direcção: Presidente: Gilberto Madaíl. Vice-presidente Liga: Ângelo. Vice-presidente administrativo: Amândio José Correia Carvalho; Vice-presidente financeiro: Carlos Luís Lamas Pacheco; Vice-presidente desportivo: Carlos Silva. Vogais: Joaquim Cerqueira Alves, Leonel Silva Pontes, Victor Manuel Peralta, José António Guerreiro Cavaco.

Conselho de Disciplina: Presidente: Arnaldo Marques da Silva; Vice-presidente: Maria Luísa Sousa Pereira;

Conselho de Arbitragem: Presidente: José António Pinto de Sousa; vice-presidente: António Henriques; Vogais: Luís Nunes Silva, João Firmino Nortadas, Carlos Esteves, Francisco Fernandes Tavares Costa, António Azevedo Duarte.

Conselho Fiscal: Presidente: Hugo Miguel Dias Puga; Vice-presidente: José Joaquim Marques Almeida. Vogais: Francisco Manuel Dias Simões, António Silva Pinto, João Correia de Oliveira.

Conselho de Justiça: Presidente: António Mortágua. Vice-presidente: Fernando J. F. Araújo Barros. Vogais: Francisco Marcolino Jesus, Armando Moreira Rodrigues, Álvaro António Mangas Abreu Dantas, Emídio Pires Rodrigues, João Manuel Matos Ramos.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)