Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

CARLOS SOUSA SUPERSÓNICO NO COMANDO DA BAJA 100

Se dúvidas havia quanto às reais intenções de Carlos Sousa para a 16ª edição da Baja Vodafone 1000, que hoje termina em Évora com a realização dos derradeiros 400 quilómetros, a prestação de ontem – categórica e imponente – ajuda a perceber que só um grande imprevisto poderá deitar por terra as aspirações do piloto de Almada, apostado em vencer a prova pela quarta vez.
11 de Maio de 2003 às 00:00
Depois do inesperado sexto posto no Prólogo, ontem Carlos Sousa voltou a dar uma autêntica lição de bem conduzir, ‘galgando’ cinco lugares na tabela classificativa e terminando no comando com quase três minutos de vantagem sobre Rui Sousa (Nissan). "O carro está bem e tudo correu como o previsto, pese embora o tempo perdido com as várias ultrapassagens, já que o pó no ar era muito", afirmou o piloto no final da prova, pontuável para a Taça do Mundo de Todo–o–Terreno.
Rui Sousa, por seu turno, tem vindo a manter uma extrema regularidade, assegurando no final do segundo dia da competição o segundo posto da geral, embora no primeiro troço tenha visto Miguel Barbosa a ameaçar-lhe a ‘medalha de bronze’ provisória. Decepcionante tem sido a actuação de Schlesser que se encontra no quarto posto, a mais de 18 minutos de Carlos Sousa.
Entretanto, nas motos, Luís Serra, actual Campeão Nacional da especialidade, após ter rubricado o tempo mais rápido no Prólogo de sexta-feira, voltou a cotar-se como o mais forte no final do primeiro Sector Selectivo, com 217 quilómetros.
O piloto da Honda CRF 450 precisou de quase três horas (2.48,37h) para completar o traçado desta segunda etapa, terminando na frente de Pedro Afonso (Yamaha), Paulo Marques (Honda), Mário Patrão (Yamaha) e João Rato (KTM), respectivamente.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)