Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

“Castigo a Lisandro é uma armadilha”

"É uma armadilha, mas ainda vamos encontrar outras pelo caminho." Jesualdo Ferreira não percebe o fundamento do castigo a Lisandro López, suspenso por um jogo devido a uma simulação no penálti que deu o golo do empate (1-1) ao FC Porto na partida com o Benfica, de 8 de Fevereiro. O técnico portista disse ontem que a Comissão Disciplinar (CD) abriu uma porta complicada.

3 de Abril de 2009 às 00:30
Jesualdo diz que Lisandro não errou no penálti simulado
Jesualdo diz que Lisandro não errou no penálti simulado FOTO: Luís Vieira, Record

"Está criado um antecedente perigoso e que vai lançar a confusão no futuro. Nós estamos atentos a todas as simulações que vão acontecer, especialmente nos jogos das equipas que lutam pelo título", prometeu o treinador.

Sobre o lance entre Lisandro e Yebda, Jesualdo Ferreira concluiu que o argentino foi o que menos culpa teve na situação. "O primeiro erro é do Yebda, que dá um toque no braço e o segundo é do árbitro. Lisandro foi o único que não errou. Não é necessariamente simulação cair na área. Há questões biomecânicas que é preciso entender", disse o professor, para quem o avançado dos azuis-e-brancos "foi o jogador imolado para dar corpo a uma lei".

As críticas de Jesualdo não se limitaram à Liga. O treinador não compreende a celeuma criada à volta do jogo com o Benfica, mas lembrou também os rivais leoninos. "Vejam os dois penáltis que foram marcados contra nós em Alvalade [1-4, para a Taça da Liga]. Houve ou não simulação dos jogadores do Sporting?", questionou, lembrando o jogo arbitrado por Carlos Xistra, que vai conduzir a visita de amanhã (18h45) ao V. Guimarães.

Quanto à partida com os minhotos, Jesualdo prevê ambiente hostil: "É provável, face à aproximação ao Benfica. Mas isso é bom para nós."

FALTA TEMPO PARA QUEIROZ

Jesualdo Ferreira defendeu o trabalho de Carlos Queiroz, lembrando os períodos de ausência lusa das grandes competições para sustentar a tese de que há fases inevitáveis. "A Selecção Nacional está a fazer o trajecto que tem que fazer. Portugal já teve melhores jogadores no passado e não conseguiu o apuramento para mundiais e europeus. A qualidade desta equipa é boa, mas precisa de trabalho para poder ser tão forte como a anterior", afirmou Jesualdo Ferreira, apontando que falta a Carlos Queiroz o tempo que Scolari teve para preparar a Selecção Nacional.

'ENVELOPE' COM DECISÃO

Pinto da Costa conhece hoje (14h00) a decisão do Tribunal de Gaia no processo do ‘Apito Dourado’ conhecido como o ‘caso do envelope’, em que o líder portista é acusado de suborno a Augusto Duarte, árbitro do Beira-Mar-FC Porto (0-0), de 2004, com a ajuda do empresário António Araújo. Os três são réus neste julgamento.

Ontem, Jesualdo Ferreira saudou a revogação de quatro meses de suspensão desportiva a Pinto da Costa. "Devagarinho, tudo regressa ao equilíbrio", disse, antes de confirmar o interesse dos dragões em Orlando Sá, avançado do Sp. Braga.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)