Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

CENTRAL BRASILEIRO É ALVO DE ATENÇÕES

O Sporting inverteu a sua política de contratações e prepara-se para dar continuidade à aposta em jogadores provenientes do mercado interno, de custos baixos e sem necessidade de adaptação a novos hábitos, aliás na sequência da recente contratação de João Paulo.
20 de Fevereiro de 2003 às 00:00
E é neste contexto que nomes como o pacense Mário Sérgio ou o gilista Manoel se perfilam como possibilidades de futuro. Mas o CM sabe que os “leões” estão igualmente atentos a um defesa-central brasileiro que actua num campeonato europeu.

Para já, o seu nome está no segredo dos deuses, sabendo-se apenas que chegou a ser internacional pelo “escrete” em alguns escalões etários. Mesmo o facto de actuar numa Liga Europeia, e por isso estar já identificado com um estilo de jogo mais parecido com o da SuperLiga, parece servir a preceito os interesses da SAD, isto se os “leões” decidirem mesmo avançar com uma proposta pelo jogador, jovem e a viver a sua primeira experiência europeia.

MÁRIO SÉRGIO, O NAMORO

Igualmente referenciado desde há muito está o lateral-direito pacense Mário Sérgio, um namoro antigo do Sporting mas que, até agora, nunca se concretizou. Ontem, o nome do jogador, já internacional ‘B’, voltou a ser noticiado como hipotético reforço para a próxima época, apesar da inexistência de qualquer tipo de movimentações.

O brasileiro Manoel, avançado do Gil Vicente e habitual suplente de Paulo Alves, foi colocado na rota de Alvalade.

E se é certo que o facto de estar em final de contrato e descartar a renovação pode jogar a favor de uma investida leonina, também é verdade que a sua experiência em Portugal não tem tido o sucesso que o próprio desejaria.

Foi preterido pelo Vitória de Guimarães, que o cedeu ao vizinho minhoto, mas mesmo em Barcelos, apesar dos golos e da boa época realizada com a camisola do Gil, não se assumiu ainda como titular.
Ver comentários