Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Chaves tem que pagar 483 mil €

O Supremo Tribunal de Justiça condenou o Desportivo de Chaves, clube que está nas meias-finais da Taça de Portugal, a pagar uma pensão vitalícia no valor de 483 mil euros a Sérgio Jorge, um antigo jogador que se lesionou ao serviço da equipa. Os flavienses dispõem, no entanto, de apenas 30 dias para cumprir o pagamento.
20 de Fevereiro de 2010 às 00:30
Desportivo de Chaves não tem dinheiro para pagar a atleta
Desportivo de Chaves não tem dinheiro para pagar a atleta FOTO: Pedro Manuel /Record

Os factos remontam à época 2002/ /2003, altura em que Sérgio Jorge, à data com 32 anos, foi emprestado pelo Vitória de Setúbal ao Chaves. Durante uma partida o jogador lesionou-se, ficando impedido de jogar. Por resolver ficou então o pagamento da pensão vitalícia de Sérgio Jorge. O Vitoria de Setúbal imputou as responsabilidades aos flavienses, enquanto que aqueles afirmaram que o jogador já tinha uma lesão antes de ser emprestado.

O caso seguiu para tribunal, que absolveu o Chaves. No entanto, mais de sete anos depois, o Supremo vem agora dar razão ao Vitória de Setúbal e decidiu condenar os flavienses. "Como o jogador estava ao nosso serviço decidiram condenar-nos. Mas nós nem sequer pagávamos o salário dele. O Setúbal foi ilibado e a seguradora não cobre a lesão. Não sei como vamos pagar. Querem acabar com o Chaves", afirmou Mário Carneiro, presidente do clube.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)