Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Claque ataca SAD

Os Super Dragões desafiam o FC Porto a exibir provas de participação de um dos líderes da claque, Rui Teixeira, “na agressão ou na tentativa de agressão, ocorrida no centro de estágio”, ao técnico Co Adriaanse.
1 de Fevereiro de 2006 às 00:00
Os mesmos Super Dragões que escoltaram Pinto da Costa quando foi interrogado atiram-se agora à SAD
Os mesmos Super Dragões que escoltaram Pinto da Costa quando foi interrogado atiram-se agora à SAD FOTO: Luís Vieira
O nome daquele dirigente da claque mais representativa do FC Porto foi apontado como o proprietário de uma das viaturas que se encontravam junto à portaria e que foram registadas pelas câmaras de vigilância, aquando do ataque perpetrado por mais de 20 indivíduos ao carro conduzido pelo treinador portista.
Num comunicado ontem difundido no seu ‘site’ oficial, a claque recorda que tem sido estratégia de alguns administradores e directores “tentar de uma forma insidiosa e pouco correcta, colar os Super Dragões a todo e qualquer incidente que prejudique a boa imagem do FC Porto”. A claque denuncia “o desespero de alguns elementos da SAD do FC Porto” e fazendo eco da família portista questiona “quais os critérios que presidem à escolha do treinador da equipa de futebol?”. Com ironia, a claque recorda “as felizes escolhas de três técnicos na época passada”, bem como os “mais de cinco milhões de euros de indemnizações”. Mais cáusticos, os Super Dragões apontam o dedo ao “simpático e afável vendedor de revistas”, que nos últimos tempos tem assumido “papel de relevo em todas as decisões da SAD”. Uma clara alusão a Antero Henriques que, entre outras áreas, tutela a organização dos jogos de futebol, não disponibilizando os muitos ingressos a que os Super Dragões estavam habituados a serem-lhes facultados pelo administrador Reinaldo Teles.
Sem nunca apontar o nome do “vendedor de revistas”, o comunicado dos Super Dragões denuncia-lhe “o papel de sócio empresário na contratação de jogadores e treinadores”, mas também de “agente imobiliário no arrendamento de apartamentos a atletas do clube”.
Entretanto, não param as mensagens de solidariedade para Co Adriaanse. O presidente da Associação Nacional de Treinadores da Holanda frisou à Renascença que o seu compatriota “vai continuar a fazer o seu trabalho, tal como até aqui, e não irá alterar os seus métodos”.
Já a Associação Nacional de Treinadores de Futebol mostrou-se “completamente disponível” para apoiar o técnico holandês, repudiando “frontalmente todas as atitudes e cenas indesejáveis”.
AVANÇADO MCCARTHY DE REGRESSO
O avançado Benni McCarthy, até agora ao serviço da selecção da África do Sul que participou na Taça das Nações Africanas, reforça o plantel do FC Porto a partir de amanhã, quando os ‘dragões’ retomarem a preparação para o jogo da próxima segunda-feira com o Sporting de Braga.
Frente aos arsenalistas, Co Adriaanse vai regressar ao banco, cumprido que está o castigo de 15 dias de suspensão na sequência da eliminatória da Taça de Portugal com a Naval 1.º de Maio.
Fora-de-jogo continuam os lesionados Lucho Gonzalez e Ricardo Costa, numa altura em que o boletim médico se estende a César Peixoto. Os avançados Bruno Moraes e Sokota, ainda em recuperação de lesões, já treinam no relvado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)