Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Coentrão "perdoado" por comprar carta de condução

Ministério Público suspendeu provisoriamente o processo dos alunos envolvidos em corrupção com cartas de condução.
22 de Maio de 2014 às 19:51
Fábio Coentrão
Fábio Coentrão FOTO: Carlos Barroso

O Ministério Público optou pela suspensão provisória do processo dos alunos "apanhados" num processo de alegada corrupção com cartas de condução em Vila Verde, informou esta quinta-feira a Procuradoria-Geral da República (PGR).

A PGR acrescentou que o inquérito principal, que já tem como arguidos seis examinadores, ainda se encontra em investigação. "Deste processo, foram extraídas certidões que deram origem a outros inquéritos que visavam apenas apurar factos relativos a alunos. Relativamente a estes, o Ministério Público optou pela suspensão provisória do processo", sublinha a nota.

Fonte ligada ao processo disse que um dos que beneficiaram da suspensão foi o futebolista do Real Madrid Fábio Coentrão, que para o efeito aceitou pagar 3.000 euros ao Banco Alimentar Contra a Fome de Braga. Pela carta de condução, o futebolista terá pago 4.000 euros.

Vila Verde Ministério Público MP perdoa Fábio Coentrão compra carta condução
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)