Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

COM ESTE REAL MADRID VENCIA A LIGA

Carlos Queiroz continua magoado com a atitude dos dirigentes do Real Madrid, depois do seu despedimento no final da época passada. Ontem, em entrevista ao jornal ‘Marca’, o agora adjunto de Alex Ferguson no Man. United, aproveitou para criticar algumas atitudes tomadas pela direcção chefiada por Florentino Perez, que segundo o técnico deveriam pedir perdão aos associados ‘merengues’.
7 de Setembro de 2004 às 00:00
“Como ex-treinador do Real Madrid tenho de dizer que os dirigentes do clube deveriam colocar as mãos na consciência e pedir perdão pelo que sucedeu na temporada passada. O mal que fizeram não foi a mim, mas ao Real Madrid”, revelou o técnico, considerando que Camacho tem este ano mais hipóteses de sucesso.
“Camacho tem um bom plantel, melhor do que o meu na última época. Digo isto porque é um grupo mais equilibrado do que era o meu. Se eu tivesse tido um plantel assim, seguramente que, no mínimo, tinha ganho a liga espanhola”, referiu Queiroz, entusiasmado com a contratação de Rooney, por parte dos ‘red devils’.
“Estamos muito confiantes. Agora temos quatro grandes avançados [Nistelrooy, Rooney, Smith e Saha] e temos um plantel jovem e com muito talento. Estamos a assentar as bases para lutar por todos os títulos nos próximos dez anos”, disse.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)