Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Comissão Arbitral reconhece justa causa das rescisões de Rui Patrício e Podence

Atletas que saíram do Sporting ficam assim livres para jogar por outros clubes.
20 de Julho de 2018 às 17:41
Rui Patrício
Rui Patrício
Rui Patrício chora derrota na Taça de Portugal
Rui Patrício
Daniel Podence
Podence tenta desembaraçar-se da marcação do axadrezado Vítor Bruno
Daniel Podence, jogador do Sporting
Rui Patrício
Rui Patrício
Rui Patrício chora derrota na Taça de Portugal
Rui Patrício
Daniel Podence
Podence tenta desembaraçar-se da marcação do axadrezado Vítor Bruno
Daniel Podence, jogador do Sporting
Rui Patrício
Rui Patrício
Rui Patrício chora derrota na Taça de Portugal
Rui Patrício
Daniel Podence
Podence tenta desembaraçar-se da marcação do axadrezado Vítor Bruno
Daniel Podence, jogador do Sporting
A Comissão Arbitral Paritária (CAP) reconheceu justa causa a Rui Patrício e Daniel Podence para "efeitos meramente desportivos", reconhecendo assim o direito de "desvinculação desportiva".

Com esta decisão, a CAP reconhece a justa causa e admite que possam inscrever-se para o clube que entenderem Os dois jogadores ficam assim livres para assinar por outro clube, o que já aconteceu. O guarda-redes foi apresentado como reforço do Wolverhampton, ao passo que o extremo rumou ao Olympiacos.

Esta Comissão de Arbitral tem uma relevância muito reduzida, porque a nova lei do contrato desportivo diz que o vinculo cessa com a rescisão laboral. O caso continua a correr na justiça civil, onde podem vir a ser determinadas indemnizações a pagar por alguma das partes.
Comissão Arbitral Paritária Rui Patrício Podence Olympiacos desporto contratos justa causa
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)