Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

Como golear sem esforço

Melhor era impossível. O Inter venceu ontem o Lecce, por 3-0, consolidou a liderança da Série A e José Mourinho conseguiu até gerir o esforço da equipa, uma semana antes do escaldante dérbi com o AC Milan.
8 de Fevereiro de 2009 às 00:30
Luís Figo e Zlatan Ibrahimovic festejam um dos golos da vitória do Inter
Luís Figo e Zlatan Ibrahimovic festejam um dos golos da vitória do Inter FOTO: Fabio Serino/Reuters

Sem a presença de Ricardo Quaresma, o técnico português promoveu Luís Figo a titular. Uma escolha acertada, com o veterano médio, de 36 anos, a assinar uma boa exibição.

O triunfo começou a desenhar--se cedo. O sueco Ibrahimovic inaugurou o marcador logo aos 12’, com um remate frio e colocado, após assistência de Cambiasso. E o Inter até podia ter marcado antes, se Stankovic não falhasse isolado um cabeceamento. Era o reflexo da entrada pressionante dos campeões italianos.

Com o golo, o Inter abrandou o ritmo e cedeu a iniciativa ao Lecce. Um domínio consentido, que ainda deu origem a alguns sustos. O guardião brasileiro Júlio César ainda chegou a evitar o empate da formação da casa.

Após o intervalo, e sem grande esforço, o Inter assumiu com segurança as rédeas do jogo. O segundo golo surgiu, assim, naturalmente por Figo. Surpreendente apenas foi o belo cabeceamento do português, bastante saudado pelos colegas.

Já com a partida com o eterno rival AC Milan no horizonte – sendo exemplo disso as entradas de Maxwell, Chivu e Balotelli –, o sérvio Stankovic sentenciou, aos 82’, o jogo com o 3-0 final.

FIGO: "ESTOU À DISPOSIÇÃO DO TÉCNICO"

Luís Figo foi um dos melhores em campo na vitória sobre o Lecce, mas rejeitou a condição de protagonista. "O mais importante é estar à disposição do técnico, para ajudar a equipa a chegar aos seus objectivos", disse o médio, de 36 anos. Apesar do triunfo folgado sobre o Lecce, Figo considerou que foi "um jogo difícil". "Sofremos um pouco no fim, mas com o segundo golo ficámos mais tranquilos."

Já José Mourinho deixou algumas críticas ao árbitro: "É estranho que Ibrahimovic sofra uma falta para penálti quando o resultado estava 1-0 e o árbitro lhe mostre o amarelo. Não posso fazer nada, apenas continuar a trabalhar."

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)