Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

CONFIO EM PINTO DA COSTA

O internacional Maniche é um dos mais assediados futebolistas do FC Porto e apela à sensibilidade do presidente Pinto da Costa para que seja possível, a mais que provável saída para o estrangeiro.
3 de Julho de 2004 às 00:00
De acordo com o jornal espanhol Marca, agora foi a vez do Real Madrid juntar-se ao conjunto de grandes clubes do Velho Continente que não escondem que gostariam de ter o médio portista no seu plantel, como são os casos do Paris Saint Germain, Barcelona, Deportivo da Corunha e Chelsea.
'RESPEITO A INSTITUIÇÃO'
Perante o mais recente assédio dos merengues, Maniche coloca o seu futuro nas mãos de Pinto da Costa, não escondendo que poderá estar de saída: “Admito, mas ainda tenho mais dois anos de contrato com o FC Porto. Confio no presidente e obviamente não vou estar a dizer que quero sair ou tenho vontade em sair. Tenho de ter respeito por aquela grande instituição que é o FC Porto e pelas pessoas que sempre me acarinharam e sempre me respeitaram”, explicou o internacional português, que por enquanto pretende concentrar-se na final do Euro’2004.
20 MILHÕES DE EUROS
“Tenho é de mostrar o meu valor dentro de campo e se houver uma proposta como há e o FC Porto já sabe, depende do presidente... Ele é uma pessoa sensível e obviamente que vai escolher o melhor, tanto para o FC Porto como para mim”, esclareceu Maniche, que também não excluiu um possível reencontro com José Mourinho.
“Conhece-me bastante bem, mas tem a vida dele e eu a minha. Sou jogador do FC Porto e poderei continuar... Não posso adiantar muito mais”, escudou-se o cobiçado Maniche, que depois das conquistas da Taça UEFA e Liga dos Campeões, viu a sua cotação subir com os recentes desempenhos na selecção nacional.
Vinte milhões de euros é o preço base estipulado pelo presidente Pinto da Costa para vender jogadores do FC Porto, que depois da saída de Paulo Ferreira para o Chelsea poderá não resistir ao assédio de outros emblemas.
DECO À ESPERA DE QUARESMA
O portista Deco já pisca o olho ao Barcelona, para onde deverá transferir-se no final do Euro. Já existe um acordo entre os dois clubes, faltando apenas convencer o jovem Ricardo Quaresma a vestir a camisola dos ‘dragões’. o mágico não escondeu ao jornal catalão Sport o seu encanto pelo Barça: “É um clube que me agrada, tanto no seu estilo como na forma de jogar”, reconheceu o luso-brasileiro, que por enquanto está apostado em somar mais um êxito na sua carreira.
“Ganhar o Europeu seria terminar em grande um ano de sonho”, explicou Deco, que no Barça quer dar continuidade ao seu desejo de conquista: “Não quero perder tudo o que alcancei no FC Porto”, esclareceu .
Ver comentários