Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Coração trava carreira de Van der Gaag

Pacemaker e desfibrilhador, implantados em maio de 2012, salvaram a vida do técnico.
27 de Setembro de 2013 às 01:00
O médico António Barata explicou que Mitchell Van der Gaag tem um problema no coração
O médico António Barata explicou que Mitchell Van der Gaag tem um problema no coração FOTO: Pedro Simões

Vou deixar de trabalhar, porque a vida é mais importante. Estou a fazer tratamento e vou-me concentrar em ficar bem, consciente que vou voltar mais forte", disse ontem o técnico Mitchell Van der Gaag, numa conferência de imprensa que contou com o plantel do Belenenses e o presidente da SAD, Rui Pedro Soares.

O técnico holandês, de 41 anos, revelou que foi salvo pelo pacemaker e desfibrilhador que lhe foram colocados, por precaução em 2012. "Tenho um problema de coração, antes mesmo de ter começado a trabalhar no Belenenses. No sábado, durante o jogo [Marítimo, 1-0], senti-me mal. Recebi dois choques e o aparelho salvou me a vida. Sabia que, durante a minha vida, haveria sempre um risco", salientou.

Já o médico do clube, António Barata explicou que o técnico sofre de "focos espontâneos de arritmia". "A atividade cardíaca é normal, mas, de um momento para o outro, há áreas do coração que começam a trabalhar espontaneamente e descontrolam toda a atividade. É uma situação controlável e prevenível através da medicação e do desfibrilhador."

António Barata está convicto no regresso do treinador, quando "houver certeza de que está tudo bem", e não o proibiu de ver o jogo com o Benfica [amanhã, 18h30] mas, "pela intensidade", aconselhou "tranquilidade", pois, lembrou, os exames complementares vão continuar na próxima semana.

Belenenses Mitchell Van der Gaag pacemaker desfibrilhador vida carreira António Barata
Ver comentários
}