Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

Crise da era Koeman reaviva Camacho

O técnico Ronald Koeman vive dias agitados na Luz, consequência directa daquele que é o pior início de época na já longa história do Benfica. A contestação, parte dela com origem dentro do próprio clube, está em crescendo e ameaça já profundas convulsões na estrutura do futebol.
13 de Setembro de 2005 às 00:00
Regresso de Camacho à Luz pode tornar-se real caso Koeman volte a falhar nos próximos jogos
Regresso de Camacho à Luz pode tornar-se real caso Koeman volte a falhar nos próximos jogos FOTO: Cosme Durão (Record)
Nesse sentido, o nome de Camacho – numa repetição do que sucedeu em determinados períodos na época transacta – volta a emergir na Luz, segundo o CM confirmou juntou de fonte ligada ao clube, como uma solução alternativa credível, na eventualidade do presidente Luís Filipe Vieira decidir esgotar o ‘prazo de validade’ ao holandês antes do termo do seu contrato. E é conhecido o apreço e a estima de Vieira pelo espanhol, que continua desempregado. O CM tentou contactar o empresário de Camacho, Pedro de Felipe, mas sem sucesso.
Agora, para afastar a sombra de Camacho, Koeman está obrigado a vencer nas recepções ao Lille, já amanhã, para a ‘Champions’, e à U. Leiria, no domingo. Mas nem só o holandês corre riscos. Também o director-geral José Veiga, principal responsável não só pela escolha do técnico, mas também pela elaboração do plantel, tem sido alvo de diversas críticas. Mesmo as farpas pós-dérbi a Valter Marques, presidente do Conselho Fiscal, como o CM noticiou, agudizaram o mal-estar entre Veiga e restante direcção, motivando mesmo a intervenção de Vieira. O presidente, sabe o CM, terá mesmo exigido a Veiga um pedido de desculpas a Valter Marques, mas o ‘caso’ não se ficou por aí. Tinoco Faria, presidente da mesa da AG, indignou-se com o episódio e não está disposto a esquecer. Ontem, o assunto voltou a ser debatido na reunião de direcção.
TRÊS CENTRAIS VÃO 'CAIR'
Após duas derrotas consecutivas, para a Liga Portuguesa (Gil Vicente e Sporting), Ronald Koeman vai desistir do sistema de três centrais já na próxima partida. Assim, quarta-feira, frente ao Lille, para a Liga dos Campeões, só Luisão tem o lugar garantido, sendo que Ricardo Rocha está um passo à frente de Anderson para ocupar a outra vaga. Ontem, no segundo treino após o desaire em Alvalade (1-2), o treinador testou dois sistemas tácticos. Primeiro o 4x4x2 e posteriormente o 4x3x3, o tão falado e comentado 3x4x3 já não entrou nas contas do técnico. Mas as alterações não devem ficar por aqui. Desta feita, Koeman deverá apostar mesmo em dois pontas-de-lança: Miccoli e Nuno Gomes. O teste foi feito ontem e com resultados, um golo para cada um no treino... municiados por Geovanni, ele que também poderá ‘roubar’ o lugar ao jovem Carlitos.
APONTAMENTOS
CONTENÇÃO VERBAL
Luís Filipe Vieira, presidente do Benfica, apelou ontem à “contenção verbal” dos dirigentes, antes das partidas mais importantes da Liga Portuguesa. “As pessoas que dirigem os clubes têm que perceber que há alturas próprias em que devem estar calados, devem fomentar o próprio espectáculo e não acicatar, principalmente em véspera de jogos importantes, para situações que todos nós repudiamos. Em algumas alturas tem de haver uma maior contenção verbal”, referiu o presidente ‘encarnado’.
PETIT SEM LIMITAÇÕES
A dois dias da estreia na Liga dos Campeões, o médio Petit mostrou ontem que a lesão que o afastou dos relvados nas duas últimas semanas já faz parte do passado. Outra boa notícia foi o regresso aos trabalhos do médio Bruno Aguiar, que, à imagem de Petit, também treinou sem quaisquer tipo de limitações. Por sua vez, ausente dos trabalhos no Jamor esteve o grego Karagounis, que ficou a realizar trabalho no ginásio.
'ÁGUIAS' EM SINFONIA
O Coliseu dos Recreios será palco, no próximo dia 19 de Setembro, pelas 21h00, da Gala Benfica. Trata-se de um evento promovido pelo Benfica e que conta com a colaboração do Maestro António Vitorino D’Almeida. Este espectáculo tem como pano de fundo a homenagem aos campeões nacionais da temporada passada. “O objectivo é claro: homenagear a instituição e os jogadores que a tornaram campeã na passada época. Esta é a primeira vez que se produz algo deste nível em termos mundiais”, revelou Luís Filipe Vieira.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)