Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Cristiano Ronaldo com a mira desafinada em jogo da Juventus

CR7 bem tentou, mas nem de penálti conseguiu.
Rafael Godinho 22 de Janeiro de 2019 às 09:00
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo com a mira desafinada em jogo da Juventus
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo com a mira desafinada em jogo da Juventus
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo com a mira desafinada em jogo da Juventus
A Juventus venceu esta segunda-feira na receção ao ‘lanterna-vermelha’ Chievo Verona (3-0), numa partida sem história, mas que deve ter deixado Cristiano Ronaldo à beira de um ataque de nervos, depois de ter falhado um penálti.

A equipa da casa entrou cedo a vencer, após um lance individual bem finalizado pelo brasileiro Douglas Costa. A partir daí começou a aparecer Cristiano Ronaldo com um remate perigoso ao minuto 32, mas Sorrentino segurou bem o remate do português.

Com as duas equipas a jogarem num bloco baixo, foram os remates de meia distância a solução das duas equipas até que apareceu Dybala. O argentino descobriu Emre Can sozinho na área, que aumentou para 2-0 em cima do intervalo.

Na segunda parte, Douglas Costa rematou forte com o defesa Bani a cortar... com a mão. Ronaldo assumiu a marcação do penálti, mas permitiu a defesa ao veterano guarda-redes de 39 anos.

Após a oportunidade desperdiçada, CR7 continuou a tentar e até teve boas ocasiões, mas que não chegaram sequer à baliza de Sorrentino e que provocaram um sorriso irónico no rosto do avançado.

Ao minuto 84, Rugani fez, de cabeça, o último golo da Juventus.
Ver comentários