Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Cristiano Ronaldo declara-se culpado por crimes de fraude fiscal

Internacional português pode chegar a acordo com fisco espanhol. Caso deverá ficar concluído em breve.
Rute Lourenço 11 de Junho de 2018 às 10:03
Cristiano Ronaldo na chegada à Rússia para o Mundial 2018
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo na Cidade do Futebol
Cristiano Ronaldo na chegada à Rússia para o Mundial 2018
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo na Cidade do Futebol
Cristiano Ronaldo na chegada à Rússia para o Mundial 2018
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo
Cristiano Ronaldo na Cidade do Futebol
Cristiano Ronaldo pode estar prestes a chegar a um acordo com o Fisco espanhol no caso em que é acusado de fraude fiscal, por fugir aos impostos relativos aos direitos de imagem ganhos em campanhas publicitárias.

Segundo adianta o jornal ‘El Mundo’, a proposta que está em cima da mesa, feita pela Autoridade Tributária do país vizinho, obriga o internacional português a pagar uma quantia de 19 milhões de euros e ainda a declarar- -se culpado dos quatro crimes de fraude fiscal de que está acusado, ficando livre da prisão.

De acordo com a imprensa espanhola, CR7 já deu o parecer positivo para que o acordo seja rubricado, depois de a sua proposta de pagar 14 milhões ter ficado sem efeito.

O jogador queria deixar o acordo concluído antes do início do Campeonato do Mundo na Rússia, mas ao que tudo indica tal não vai ser possível, uma vez que a mudança de Governo em Espanha deverá atrasar todos os processos judiciais.

Fontes próximas do caso – em que inicialmente o Fisco exigia a Ronaldo 30 milhões de euros – garantem que este é um acordo normal nestes processos e que CR7 não teve "estatuto especial".

Acordos semelhantes já foram celebrados em Espanha por vários futebolistas como Di Maria, que teve de pagar dois milhões de euros ao Fisco, Falcao, que desembolsou nove milhões e ainda craques como Alexis Sánchez, Marcelo e Modric.

Os futebolistas começaram a chegar a acordo depois do polémico caso de Lionel Messi, que foi condenado a 21 meses de prisão por evasão fiscal no valor de 4,1 milhões de euros. Autoridade Tributária aceitou que a pena fosse substituída por uma multa de 255 mil euros.
Cristiano Ronaldo Espanha Fisco CR7
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)