Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

DAVID BERNABÉU GANHA VOLTA

David Bernabéu conquistou ontem, no contra-relógio final da Volta a Portugal, de 31,3 quilómetros, entre Oeiras e Sintra, a vitória final da prova, ainda que batido pelo português Sérgio Paulinho, especialista nesta variante. O reinado espanhol iniciado por Jose Miguel Elias (Relax/Bodysol), que vestiu de ‘amarelo’ durante oito dias de prova, foi assegurado por Bernabéu (Milaneza/Maia) no final.
9 de Agosto de 2004 às 00:00
O corredor ‘maiato’, que venceu sem ganhar etapas, não esqueceu a importância do trabalho da equipa e realçou todo o esforço dos colegas. A Maia e a LA Pecol dominaram até ao final, mas foi a equipa de Manuel Zeferino que acabou por levar a melhor na classificação geral por equipas. A LA Pecol arrecadou três camisolas: a verde e a azul para David Arroyo e a vermelha para Cândido Barbosa.
CHUVA...PERIGOSA
O tempo foi, ontem, o maior adversário dos corredores, com a chuva intensa e o piso escorregadio a dificultar o percurso e motivando várias quedas. Apesar de tudo, a chuva não demoveu os milhares de pessoas que ansiosamente aguardavam pela chegada dos ‘heróis’ da caravana.
Feitas as contas, David Bernabéu, que completou os 1507 quilómetros da prova em 38h56m02s, gastou menos de 2m08s do que David Arroyo, da LA Pecol, (segundo classificado) e 2m40s para Nuno Ribeiro (terceiro classificado). De destacar é, ainda, o terceiro lugar de Cândido Barbosa (LA Pecol) no contra-relógio e o sexto de Pedro Cardoso (Milaneza/Maia).
DESILUSÃO
Nuno Ribeiro, vencedor do ano passado, não mostrou a superioridade revelada em 2003. O corredor da LA Pecol ficou em terceiro lugar na classificação geral da prova, sendo o melhor português. Num ano em que o ciclismo nacional foi ofuscado pelo brilhantismo espanhol.
Nuno Ribeiro, vencedor do ano transacto, fez um balanço positivo da prova: “Fiz o melhor possível para tentar vencer. Se calhar não estive tão bem como o ano passado, mas pode dar-se o caso dos adversários terem estado melhor este ano”, considerou.
VISEU RECEBE ETAPA FINAL
A 67.ª edição da volta a Portugal já está “sessenta por cento definida”, adiantou Joaquim Gomes. O responsável assegurou que a volta terminará em Viseu e que serão mantidos os dez dias da prova, colocando em causa a passagem do pelotão pela região sul do país.
“Numa prova de dez dias para incluir a Senhora da Graça e a Torre, o Algarve e o Alentejo vão ficar excluídos, mas acredito que alguma dessas regiões possam estar presentes em 2005”, admitiu Gomes. Outra das novidades é a integração da Volta a Portugal no ‘Pro Tour’ em Abril de 2006. João Lagos explicou que “há um compromisso assumido junto da União Ciclística Internacional” nesse sentido.
REACÇÕES
"Agora quero é celebrar a vitória individual e colectiva da volta. Podia ter feito melhor no contra-relógio, mas as condições não eram as melhores. Tentei ter o máximo cuidado para evitar as quedas. Estou num bom momento. Tive um início de época um pouco complicado, mas agora estou muito bem. A rivalidade entre a Maia e a LA Pecol foi muito forte." David Bernabéu (Maia)
"Nós viemos com o objectivo de vencer. Conseguimos cinco etapas e três camisolas. Saio bastante satisfeito. Sérgio Paulinho (vencedor da etapa)
"Vim para a volta nas minhas melhores condições físicas como sempre. O meu objectivo era conseguir vencer uma ou mais etapas, mas o objectivo da equipa está sempre em primeiro lugar. Cândido Barbosa (LA Pecol)
CLASSIFICAÇÃO GERAL INDIVIDUAL
1.º, David Bernabéu (Espanha – Maia Milaneza), 38 horas, 56 minutos e 2 segundos
2.º, David Arroyo (Espanha - LA Pecol), a 2m8s
3.º, Nuno Ribeiro (Portugal - LA Pecol), a 2m40s
4.º, Txema Del Olmo (Espanha – Maia Milaneza), a 4m23s
5.º, Rui Lavarinhas (Portugal – Maia Milaneza), a 4m36s
6.º, Sérgio Paulinho (Portugal – LA Pecol), a 5m39s
7.º, Ezequiel Mosquera (Espanha – Carvalhelhos Boavista), a 7m16s
8.º, Victoriano Fernandez (Espanha – ASC Vila do Conde), a 8m05s
9.º, Jose Miguel Elias (Espanha – Relax Bodysol), a 8m23s
10.º, Rui Miguel Sousa (Portugal – Maia Milaneza), a 9m39s.
CLASSIFICAÇÃO FINAL POR EQUIPAS
1ª, Milaneza-Maia, 116h52m55s
2ª, LA Pecol, 116h56m09s
3ª, Carvalhelhos-Boavista, 117h15m40s
4ª, Wurth-Bom Petisco, 117h21m51s
5ª, Relax-Bodysol, 117h33m22s
6ª, Barbot-Gaia, 118h06m33s
7ª, Antarte-Rota dos Móveis, 118h09m44s
8ª, Kelme-Costa Blanca, 118h20m37s
9ª, Margres-Panaria), 118h23m54s
10ª, ASC-Vila do Conde, 118h27m24s.
CLASSIFICAÇÃO PRÉMIO DA MONTANHA
1º, David Arroyo (Espanha - LA Pecol), 55 pontos
2º, Rui Lavarinhas (Portugal – Maia Milaneza), 50
3º, David Bernabéu (Espanha – Maia Milaneza), 45
4º, Nuno Ribeiro (Portugal - LA Pecol), 35
5º, Victoriano Fernandez (Espanha – ASC Vila do Conde), 33.
CLASSIFICAÇÃO PRÉMIO JUVENTUDE
1º, David Arroyo (Espanha - LA Pecol)
2º, Sérgio Paulinho (Portugal – LA Pecol)
3º, David de la Fuente (Espanha – Saunier Duval/Prodir)
4º, Adolfo Garcia (Espanha – Kelme/Costa Blanca)
5º, Ramon Troncoso (Espanha – Imoholding / Loulé)
CLASSIFICAÇÃO POR PONTOS
1º, Cândido Barbosa (Portugal - LA Pecol), 79 pontos
2º, Nuno Ribeiro (Portugal - LA Pecol), 61
3º, David Bernabéu (Espanha – Maia Milaneza), 55
4º, David Arroyo (Espanha - LA Pecol), 50
5º, Rui Lavarinhas (Portugal – Milaneza Maia), 48.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)