Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

De Yannick Djaló a Soares Franco

Sobre egos, comparações e transferências surpeendentes.

10 de Setembro de 2011 às 00:00
De Yannick Djaló a Soares Franco
De Yannick Djaló a Soares Franco

Em Chipre, Cristiano Ronaldo passou grande parte do jogo a ouvir os cipriotas cantar pelo nome de Messi e respondeu-lhes com dois golos, o que só lhe fica bem, e com gestos de desagrado para as bancadas, o que só lhe fica mal. "Dei a resposta em campo a quem gritou pelo Messi", disse Ronaldo no fim do jogo, descobrindo assim perante o mundo inteiro que o argentino lhe provoca uma grande irritação. Curiosamente, no dia seguinte, Nani lamentou publicamente, numa entrevista concedida em Inglaterra, as comparações com Cristiano Ronaldo, protestando contra os jornalistas de Manchester que não o deixam em paz com o assunto.

Conclusão: Cristiano Ronaldo reage mal às comparações com Lionel Messi e Nani reage mal às comparações com Cristiano Ronaldo. Está por saber se haverá algum outro jogador que reaja mal às comparações com Nani... Neste momento, o grande candidato a esse papel é Yannick Djaló que já se treina em Nice na esperança de que o problemazinho burocrático que envolveu a sua transferência venha a ser resolvido.

Os colegas de Djaló em Nice chamam-lhe... Nani, contava o "Record" na sua edição de quinta-feira. E porquê? Ora muito simplesmente porque é português e é escurinho, razões bastantes para ser baptizado de Nani na Côte d'Azur, região que é paradisíaca pela sua paisagem mas que não é famosa pela pujança da sua cultura futebolística. O tempo dirá se Yannick Djaló, a partir de Nice, vai conseguir lançar-se numa carreira internacional que lhe permita, um dia, incomodar-se com as comparações com Nani..

Em Alvalade, a saída de Djaló foi recebida com grande alívio, o que revela ingratidão ou ciência futebolística, a ver vamos. Recorde-se que há muitos sportinguistas que se regozijam com a saída de João Moutinho para o FC Porto, considerando-a um grande negócio para o Sporting o que vem provar que há muitas maneiras diferentes de analisar e de digerir todas estas grandes questões. Hoje, curiosamente, o trânsito de Alvalade para o Dragão não se limita a jogadores.

Tomemos o exemplo das próximas eleições para a FPF. Afirmam os jornais que Filipe Soares Franco, que é do Sporting, é o candidato do FC Porto e do Sporting de Braga na corrida. Quem poderia prever uma coisa destas quando há três anos o mesmo Soares Franco anunciava a morte do "Papa" e o Papa respondia-lhe dizendo que nunca vira "uma girafa a dizer coisas acertadas" mas que lhe perdoava "devido à hora em que proferiu as declarações"?

ERRAR É HUMANO

Uma jarra portuguesa, com certeza

Este fim-de-semana marca o regresso do campeonato que já seguia bem animado e com vastos motivos de interesse quando teve de ser interrompido por força dos compromissos da selecção na ilha de Chipre. Foi, portanto, uma boa semana para os árbitros portugueses porque não se falou neles. O debate nacional centrou-se no caso Ricardo Carvalho, que não é árbitro, e em questões militares e patrióticas do mais alto coturno. Mas como se trata de futebol, e do nosso futebol, é sempre possível estabelecer pontes e comparações sobre as ocorrências em vigor. 

E, tendo em vista os factos, quase se poderá dizer que entre Ricardo Carvalho e Carlos Xistra há, neste momento, pontos dramáticos em comum porque parece que foram os dois despedidos das suas funções pelos respectivos patrões. Paulo Bento já garantiu publicamente que Ricardo Carvalho não voltará a usar o equipamento das quinas e que bem pode ficar por Madrid e Vítor Pereira, o presidente dos árbitros, já garantiu que, pelo menos durante três jornadas, Carlos Xistra não volta a apitar e que bem pode ficar dentro da jarra onde foi colocado desde que, na primeira jornada da prova, provou em Alvalade que é do Olhanense desde pequenino.

Agora, a questão é saber se Ricardo Carvalho faz mais falta à selecção nacional do que a falta que Carlos Xistra faz à Liga portuguesa. E, por mais estranho que pareça, nesta discussão estamos quase todos de acordo.

Positivo

Ronaldo em grande

Um "hat-trick" em Saragoça ao serviço do Real Madrid, dois golos em Chipre ao serviço da selecção e ainda teve paciência para se investir no papel do diplomata que conseguiu fazer as pazes entre Pepe e Ricardo Carvalho.

Cardozo afinado

Óscar Cardozo é um resistente de alto calibre no Benfica e na selecção do Paraguai. Mal-amado, desconsiderado, dispensado, sabe sempre dar a volta e responder em golos, como os dois que marcou, em 4 minutos, às Honduras.

NEGATIVO 

Caixinha arrombada

A derrota sofrida frente ao FC Porto ditou o fim do caminho de Pedro Caixinha como treinador da União de Leiria. Francamente, não se percebe porquê. Terá sido Caixinha quem desligou a luz quando o resultado ainda estava por decidir?

Pérola

"Espero ver até ao último minuto cada jogador deixar tudo em campo." : GODINHO LOPES, presidente do Sporting 

O presidente do Sporting acredita nos poderes da comunicação e tem vindo a falar aos sócios através de 'newsletters'. Na mais recente missiva, Godinho Lopes foi mais longe. Aproveitou o correio electrónico com os associados para, indirectamente, dar um recado aos jogadores. E com linguagem militar, como está na moda.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)