Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Decisivo: Chegou a hora de Nani

Em momento crucial da época, português mostra o quanto é fundamental nos ‘devils’
26 de Fevereiro de 2011 às 00:00
Decisivo: Chegou a hora de Nani
Decisivo: Chegou a hora de Nani FOTO: Phil Noble/Reuters

Na última quarta-feira Nani não brilhou em Marselha. Nem ele nem os outros. Era noite de Manchester United ‘versão Champions jogos fora de casa': táctico, compacto, expectante, a jogar para o empate. Um bocejo.

Ferguson saiu do Velódromo satisfeito. Em Old Trafford, pensa ele, será outra conversa. Com a final da Liga dos Campeões marcada para o Estádio de Wembley, em Londres (28 Maio), é natural que o Manchester faça tudo para lá chegar.

Segundo a imprensa inglesa, a presença na final londrina tornou-se quase uma obsessão para Ferguson, embora ele não fale disso publicamente. Fontes próximas do treinador escocês asseguram que ele deseja ardentemente imitar o feito de Matt Busby, que levantou em Wembley a primeira Taça dos Campeões do United (4-1 ao Benfica, em 1968). "A memória de Sir Matt a ganhar a taça com uma equipa reconstruída dez anos depois [da tragédia] de Munique é muito intensa e emocional... Se chegarmos lá [Wembley], isso estará sempre nos meus pensamentos...", disse Sir Alex antes do jogo de Marselha.

Para Nani, que se assumiu como figura preponderante nesta época, chegou a hora de mostrar quanto ‘pesa' na equipa. Seguem-se três deslocações consecutivas na Premier, duas delas complicadíssimas - Wigan (hoje); Chelsea (1 Março); Liverpool (5 Março). Com o Arsenal (2º) a apenas um ponto de distância, percebe-se a importância que poderão ter nas contas finais os clássicos de Stamford Bridge e Anfield Road.

A saga continua dia 12 Março com a mais que provável visita do Arsenal (Leyton é a outra hipótese) no ‘mata-mata' dos oitavos-de-final da Taça de Inglaterra... e completa-se dia 15 com a recepção do Marselha para a 2ª mão dois oitavos da Champions.

Ver comentários