Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Descalabro no Restelo

O Belenenses somou ontem o quarto jogo consecutivo sem vencer, frente a um Trofense igualmente ‘aflito’, mas muito mais aguerrido, que mereceu por inteiro os três pontos conquistados.

5 de Março de 2012 às 01:00
Tiago em luta com Tomané perante o olhar de Santos
Tiago em luta com Tomané perante o olhar de Santos FOTO: Pedro Simões/Record

Os azuis até se adiantaram no marcador, mas de nada lhes valeu o golo de Rodrigo António, contra a corrente de jogo, à passagem do minuto 28. A equipa de Marco Paulo começou a partida a tremer – Reguila atirou ao poste logo no primeiro minuto – e assim continuou, mesmo em vantagem, sentindo muitas dificuldades para travar as investidas dos nortenhos. O empate surgiu sem surpresa por Santos (34’) e, à beira do intervalo, Edu consumou a reviravolta, justa por aquilo que se passou na primeira metade.

Em vantagem no marcador, a formação da Trofa pôde jogar com mais tranquilidade e aproveitar a debilidade do Belenenses, inofensivo no ataque, onde Tomané e Rui Varela estiveram em tarde de total desinspiração.

Miguel Rosa, cedido pelo Benfica, era o único que remava contra a maré, mas as tentativas do médio revelavam-se infrutíferas, e o terceiro tento do Trofense, apontado por Crivellaro, acabou de vez com as ténues esperanças dos adeptos belenenses, que, nas bancadas, já pediam a Carlos Xistra para acabar com o sofrimento.

BELENENSES HONRA TROFENSE
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)