Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Deslizes fatais para galos

O V. Guimarães apanhou o Marítimo no sexto posto da tabela, último lugar de acesso à Europa, depois de vencer o Gil Vicente, por 3-1, em Barcelos. Um triunfo merecido para uma equipa bem organizada e que terá certamente recebido com agrado as duas ‘prendas’ gilistas que abriram caminho para a vitória.
5 de Março de 2005 às 00:00
Targino tenta ultrapassar o gilista Marcos António
Targino tenta ultrapassar o gilista Marcos António FOTO: João Abreu Miranda
Ulisses Morais, técnico gilista, não foi feliz nas mexidas que efectuou na equipa, já que a aposta em futebolistas menos utilizados, a deslocação de Nuno Amaro para lateral-esquerdo e o papel de organizador de jogo atribuído a Ezequias não foram as melhores opções.
Do outro lado, os vimaranenses surgiam com uma táctica bem organizada que permitiu ao conjunto da Cidade Berço assumir o controlo do jogo e ditar o ritmo da partida. Bastou aos homens de Manuel Machado aproveitarem as falhas da defesa contrária para conseguir chegar ao final da primeira parte com dois golos de vantagem.
O primeiro ‘brinde’ surgiu aos 37’, na sequência de um canto, no qual Ednilson, após um desvio de Alex no primeiro poste, acaba por introduzir a bola na sua própria baliza. Seis minutos depois foi a vez de Paulo Jorge dar um valente ‘frango’ depois de um remate aparentemente inofensivo de Djurdjevic.
Na etapa complementar, um golo de Carlos Carneiro, cerca de 20 minutos após o reatamento, ainda animou os adeptos gilistas. No entanto, já bem perto do apito final, Cléber, na transformação de um livre, sentenciou a partida: a bola bateu na barreira, enganando Paulo Jorge.
Uma vitória justa e merecida, que premiou a melhor organização e eficácia dos vimaranenses.
FICHA DO JOGO
Local: estádio Cidade de Barcelos, em Barcelos (4.000 espectadores)
Árbitro: Mário Mendes (Coimbra)
GIL VICENTE: Paulo Jorge, Nandinho (Bruno Tiago, 59m), Rovérsio, Marcos António, Ezequias, Ednilson, Nuno Amaro (Val Baiano, 45m), Luís Coentrão, Carlitos (Paulo Costa, 45m), Carlos Carneiro e Fábio Januário. Treinador: Ulisses Morais.
VIT. GUIMARÃES: Palatsi, Alex (Bessa, 45m), Paulo Turra, Cléber, Rogério Matias, Moreno (Alexandre, 71m), Flávio Meireles, Marco Ferreira, Luís Mário, Djurdjevic (Dragoner, 69m) e Targino. Treinador: Manuel Machado.
Marcador: 0-1, Ednilson (37m, p.b.); 0-2, Djurdjevic (43m); 1-2, Carlos Carneiro (64m); 1-3, Cléber (86m).
Acção disciplinar: Amarelos - Nandinho (31m), Bessa (57m), Cléber (77m), Luís Coentrão (79m), Marcos António (85m) e Marco Ferreira (89m).
Melhor jogador: Luís Mário
Ver comentários