Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Discussão esteve na origem da morte de Williams

Uma discussão que ocorreu no interior da discoteca ‘Shelter’, em Denver, pode ter estado na origem do assassinato do jogador de futebol americano Darrent Williams, na passada segunda-feira.
4 de Janeiro de 2007 às 00:00
O carro de Darrent Williams tinha 14 balas na parte lateral
O carro de Darrent Williams tinha 14 balas na parte lateral FOTO: Mark Leffingwell, Reuters
Naquele espaço decorria uma festa de comemoração do Fim de Ano e do aniversário de Kenyon Martin, jogador da equipa de basquetebol dos Denver Nuggets. Testemunhas presentes no clube afirmaram que uma discussão sobre a derrota dos Denver Broncos contra os San Francisco 49ers no domingo – que os atirou para fora dos ‘play-offs’ – e uma possível tentativa de roubo ao atleta terão ocorrido antes de Williams ter abandonado o local.
O ‘cornerback’ dos Broncos, recorde-se, foi assassinado com uma bala no pescoço, quando seguia no seu carro, por volta das 02h00. No carro viajavam também mais duas pessoas que saíram feridas do tiroteio, mas sem relação com o clube.
O ‘Hummer’ de Williams, segundo fontes da Polícia de Denver, tinha, pelo menos, 14 balas na parte lateral do carro. Os tiros terão sido disparados do interior de um Chevrolet Tahoe branco, desconhecendo-se ainda a identidade do assassino. Segundo Sonny Jackson, porta-voz da Polícia de Denver, as autoridades continuam a investigar dezenas de pistas.
A morte de Darrent Williams deixou a equipa dos Broncos em estado de choque. “Estamos completamente chocados e não temos palavras. É uma tragédia terrível”, afirmou o porta-voz dos Broncos, Jim Saccomano.
Quando era jovem, Williams também teve a sua irreverência, nem sempre fazendo o correcto. De acordo com Anthony Criss, treinador de Williams, quando este era ainda adolescente, “andava sempre com o pessoal errado”. Para Criss, o amadurecimento de Williams deu-se apenas quando foi para a Universidade de Oklahoma, onde decidiu enveredar pela carreira de jogador profissional de futebol americano.
Darrent Williams chegou à equipa de Denver em Abril de 2005, após ter sido escolhido no segundo round do ‘draft’ e de se ter destacado ao serviço da Universidade de Oklahoma.
Foi já constituído um fundo para apoiar os dois filhos de Williams, de sete e quatro anos, enquanto se multiplicam as acções de homenagem dos fãs dos Denver Broncos. O corpo do jogador será transportado para Fort Worth, no Texas, onde será enterrado este sábado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)