Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
7

Djokovic: De olhos no nº1

Jogador sérvio leva 26 encontros consecutivos sem perder, 24 deles em 2011.
9 de Abril de 2011 às 00:00
Djokovic conseguiu neste ano ganhar sete parciais por 6-0 em quatro torneios. Partidas perdidas, apenas seis.
Djokovic conseguiu neste ano ganhar sete parciais por 6-0 em quatro torneios. Partidas perdidas, apenas seis. FOTO: Andrew Innerarity/Reuters

Roger Federer? Rafael Nadal? Não. O melhor tenista do Mundo é, actualmente, Novak Djokovic. O ranking ATP diz o contrário, colocando o sérvio a 3170 pontos do líder. Mas há outras contas neste rosário. Desde a histórica final da Taça Davis 2010, ‘Nole’ leva 26 encontros consecutivos sem perder, 24 só neste ano, com títulos ganhos no Open da Austrália, Dubai, Indian Wells e Miami .

Que mudou em Djokovic? Aos 23 anos, dir-se-ia que tudo. Em court, hoje, Novak é aquilo que se pode apelidar de ‘máquina trituradora’. Focado a 100 por cento no seu jogo, a intensidade é elevadíssima do princípio ao fim, sufocando os opositores. No campo técnico, reencontrou e melhorou o seu serviço – regressando à antiga mecânica de execução que Todd Martin, antigo técnico, tentou mudar. Despedido o norte-americano, Marian Vajda, o fiel treinador de sempre, voltou a assumir o papel principal no campo do treinamento.

No capítulo físico, os problemas respiratórios de outrora, pelo menos para já, ainda não surgiram neste ano. E como tem corrido ‘Nole’... Reflexo dos segredos da acupunctura aplicados pelo compatriota Igor Cetojevic, também responsável pela mente e pelo reequilíbrio alimentar do tenista.

O restante trabalho é confiado ao fisioterapeuta de sempre, Milan Amanovic, e ao preparador físico Gebhard Phil-Gritsch, o mesmo de Thomas Muster.

Chegada a temporada do pó-de--tijolo, resta saber se Djokovic continuará a ser o homem do momento, sendo capaz de roubar o título de ‘rei da terra’ a Rafael Nadal e o consequente número 1 do Mundo.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)