Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Domingos: “Sinto o grupo cada vez mais solidário”

Domingos Paciência comentou ontem um almoço entre a equipa técnica e o plantel que decorreu esta semana para cimentar o espírito de grupo: "Importante é que está unido e quer inverter o que aconteceu nos últimos desafios em termos de qualidade de jogo. Não noto qualquer tipo de atrito dentro do grupo, bem pelo contrário. Sinto o grupo cada vez mais solidário e que isso nos vai levar a vitórias."
4 de Fevereiro de 2012 às 01:00
Domingos Paciência acredita no valor dos jogadores que integram o plantel leonino
Domingos Paciência acredita no valor dos jogadores que integram o plantel leonino FOTO: João Miguel Rodrigues

O treinador leonino acredita que existe uma grande vontade do plantel para traduzir essa atmosfera em resultados positivos: "Sei que o grupo já fez coisas muito boas e que há um esforço muito grande de querer voltar a fazer o que fez no passado. Infelizmente, tivemos uma série de muitos empates com uma derrota pelo meio, mas a última vitória foi boa para voltarmos a ser o que fomos. Espero que amanhã [hoje] vençamos, com rendimento."

O responsável técnico negou ainda divergências com a direcção, depois de ter dito num fórum que os seus jogadores chegaram a conta-gotas no início da época (Rodríguez, Matías, Carrillo, Arias, Onyewu, Rinaudo e Insúa) e que alguns tinham dificuldades em entender os seus métodos de treino: "As divergências estão na cabeça das pessoas, aqui não houve divergências nenhumas. Estou perfeitamente identificado com o Carlos Freitas, com o Luís Duque e com o presidente."

Sobre a falência técnica do clube e se o tema afecta o rendimento da equipa, limitou-se a dizer: "Não."

TRIO DE REGRESSO AOS ELEITOS

Izmailov, Rinaudo e Ricky van Wolfswinkel foram convocados por Domingos para o jogo desta noite frente ao Gil Vicente da 3ª jornada da Taça da Liga. Um desafio em que só a vitória interessa, mas mesmo esse resultado pode não chegar para o Sporting se apurar, caso o Rio Ave vença o Moreirense por uma diferença de golos superior à dos leões diante do Gil. Mas o técnico leonino não quer fazer essas contas: "Sinto que tudo está a ser feito para ganhar, sabendo que temos de fazer um bom resultado e isso passa primeiro pela vitória, depois logo se verá o que acontece no noutro jogo. Temos de pensar em nós próprios e fazer um grande jogo."

Domingos não poupou elogios ao adversário: "É uma equipa que nos vai criar muitas dificuldades como se viu no último jogo [FC Porto, com vitória do Gil por 3-1]. Espero um Gil Vicente atrevido e confiante."

 

Sporting Domingos Paciência Taça da Liga
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)