Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Dossiê do Benfica preocupa Hermínio

Hermínio Loureiro, presidente da Liga Portuguesa de Futebol Profissional (LPFP) revelou ontem ter ficado “preocupado, apreensivo e incomodado” após o encontro com uma delegação do Benfica, encabeçada por Luís Filipe Vieira, que terá entregue ao líder da LPFP o dossiê recebido pelo presidente ‘encarnado’ onde são revelados alegados casos de corrupção no futebol português.
28 de Novembro de 2006 às 00:00
“Aqueles que pensam que o caminho da credibilização não ia ser seguido julgo que se podem desenganar”, afirmou Hermínio Loureiro, no final da reunião realizada nas instalações da Liga de Clubes, no Porto, e que – para além de Vieira – contou com a presença do vice-presidente Sílvio Cervan e elementos do departamento jurídico do clube da Luz.
Os assuntos abordados na reunião, que surgiu na sequência de uma exposição do Benfica à Liga, deixaram o presidente da LPFP “obviamente preocupado, mais apreensivo e incomodado com a situação” que se vive actualmente no futebol português. “A credibilização do futebol português é uma missão e tudo farei para afastar o clima de suspensão que atravessa”, referiu o dirigente, adiantado que a reunião com o Benfica se enquadra nesse acto.
Recorde-se que o Benfica escreveu uma carta ao presidente da FPF e ao presidente da Liga, mas ainda não tinha obtido qualquer resposta, até ontem.
O principal objectivo de Luís Filipe Vieira, depois de receber em sua casa um dossiê, é que tanto a Federação como a Liga se constituam assistentes do processo ‘Apito Dourado’. “Dizem que o que eu li era um dossiê anónimo. Não. O que eu li é do Ministério Público. O que eu li é a dizer que há corrupção no futebol português”, afirmou o presidente benfiquista, dias depois de revelar a existência de documentos que apontam para um elevado número de casos de corrupção.
APROXIMAÇÃO EM BRAGA
Hermínio e Vieira deram os primeiros sinais de entendimento há duas semanas quando viram juntos o jogo Braga-Benfica. Antes de ser eleito, o presidente da Liga foi duramente criticado pelo líder benfiquista que o acusou de estar feito com o ‘sistema’. De realçar que o Benfica não apoiou esta direcção da Liga, mas Luís Filipe Vieira prometeu não se calar sobre o ‘Apito Dourado. A primeira pedra, pelos vistos, já foi lançada. Aguardam-se desenvolvimentos.
Na semana passada, Hermínio Loureiro, à saída de uma reunião com o procurador-geral da República, António Pinto Monteiro, revelou que pretende acabar rapidamente com o clima de suspeição que paira sobre o futebol português.
FRASES
- "Aqueles que pensam que o caminho da credibilização não ia ser seguido julgo que se podem desenganar." - Hermínio Loureiro
- "Estou obviamente preocupado, mais apreensivo e incomodado com a situação." - Idem
- "A credibilização do futebol português é uma missão e tudo farei para afastar o clima de suspeição que atravessa." - Idem
- "Foi entregue um conjunto de informações de crucial importância para a credibilização do futebol português, para que Hermínio Loureiro não possa afirmar mais que desconhece." - Sílvio Cervan
- "Julgo que contribuímos no local próprio e de uma forma institucional para credibilizar o futebol português." - Idem
SÍLVIO CERVAN: "TROUXEMOS INFORMAÇÕES"
O presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira, escusou-se a falar à Imprensa sobre o teor da reunião que durante quatro horas manteve com o presidente da Liga, Hermínio Loureiro. Assim, coube ao vice-presidente ‘encarnado’, Sílvio Cervan, explicar aos jornalistas a posição assumida pelo clube da Luz.
“Viemos trazer à Liga de Clubes um conjunto de informações e discutir um conjunto de matérias que interessam ao futebol e ao desporto em Portugal. Julgo que contribuímos no local próprio e de uma forma institucional própria para credibilizar o futebol, apresentámos o nosso ponto de vista sobre o futebol português”, declarou o ex-deputado do CDS-PP, à saída das instalações da LPFP, na cidade Invicta.
O porta-voz do Benfica fez ainda questão de revelar que foram abordados assuntos e temas delicados da actualidade, nomeadamente o dossiê na posse do presidente do Benfica e questões relacionadas com o megaprocesso ‘Apito Dourado’.
“Julgo que deixámos o presidente da Liga de Clubes por um lado mais informado e por outro lado mais preocupado e fizemo-lo aqui (sede da Liga) de forma discreta sem levantar qualquer tipo de polémicas”, acrescentou Sílvio Cervan à saída do encontro que deixou o líder da Liga, bastante preocupado com as provas apresentadas pelos dirigentes ‘encarnados’.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)