Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

Dragão deu ao calcanhar para a vitória

Aos 22 minutos, FC Porto já ganhava por 3-0. Mangala marcou um belo golo de calcanhar, embora em posição irregular. Portistas sofreram primeiro penálti para a Liga
5 de Maio de 2013 às 01:00

Depressa e bem também há quem. Uma entrada forte do FC Porto permitiu uma vitória simples, que mantém o dragão na peugada da águia. A equipa de Vítor Pereira recusa-se a atirar a toalha ao chão e ganha fôlego para a decisiva receção ao Benfica.

Contava o relógio 22 minutos e os azuis-e-brancos já tinham reservado os três pontos, com três golos. O primeiro é uma metáfora ao momento do FC Porto, disposto a lutar pela revalidação do título – Varela recusou-se a desistir de uma bola que parecia perdida, numa insistência que deu frutos, acabando com James a dar a última pincelada numa jogada desenhada por Jackson Martínez.

Não ficava por aí a entrada em sprint dos dragões. Mais nove minutos e novo golo, desta vez de Mangala, com um bonito toque de calcanhar – num gesto a fazer lembrar mais Radamel Falcão do que propriamente Madjer. O brilho do momento é ofuscado pelo facto de o defesa francês ter recebido o passe de Moutinho em posição de fora de jogo.

Ainda não estava decorrida a primeira meia hora e já mais dois momentos de grande relevância. Lucho decidiu tomar à letra o papel de comandante e arrumou com o fantasma das grandes penalidades, convertendo sem espinhas. Ora, de penálti se marca, de penálti se sofre. Depois de uma semana com queixas da parte do Benfica, o FC Porto teve a primeira grande penalidade contra, que o extremo Candeias aproveitou. Estavam cumpridos 27 minutos e realizados, também, os grandes momentos do filme do jogo.

Vítor Pereira lançou um ataque inicial feroz, o que permitiu gerir o resto do encontro, perante um adversário que nunca conseguiu incomodar verdadeiramente os dragões. Não há bandeira branca da parte dos portistas, que prometem correr até ao fim, numa perseguição que só terá sucesso com tropeções da parte dos rivais da Luz.

LEIA MAIS NA EDIÇÃO EM PAPEL DO JORNAL 'CORREIO DA MANHÃ'

FC PORTO JOGO FUTEBOL NACIONAL LIGA
Ver comentários