Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
1

Dragão entalado com 3 galos

Intenso e memorável para o Gil Vicente; assustador e humilhante para o FC Porto. Assim foi o duelo de ontem à noite em Barcelos. Os galos golearam (3-1), com golos de Cláudio (dois) e André Cunha, e os dragões, que marcaram num remate de Varela, fizeram uma exibição simplesmente para esquecer.
30 de Janeiro de 2012 às 01:00
Dragões humilhados em Barcelos com uma derrota comprometedora
Dragões humilhados em Barcelos com uma derrota comprometedora FOTO: Hugo Delgado/Lusa

O desaire deixa os campeões nacionais mais longe do Benfica (com mais cinco pontos), e, mais do que isso, coloca o treinador Vítor Pereira à mercê da descrença dos adeptos, a duas semanas da recepção europeia ao Man. City.

Os gilistas souberam aproveitar as bolas paradas e suaram até à última gota para travar os ímpetos do adversário, mas a goleada não seria possível se os dragões não tivessem dado tantos tiros nos pés, com passes errados, falhas de marcação e uma circulação de bola mais lenta do que o costume. Além disso, faltou ao ataque a pressão e a voracidade que costuma haver com Hulk em campo.

O filme do jogo foi, por isso, simples. Até simples demais. Ninguém na defesa portista marcou Cláudio, e o central inaugurou o marcador de cabeça, após um livre lateral de Richard. O segundo golo gilista, também com a assinatura de Cláudio, nasceu de uma grande penalidade cometida pelos dragões, por mão de Otamendi. Já o terceiro foi mérito de André Cunha, que revelou entendimento com Hugo Vieira e fintou Rolando antes de rematar a contar.

Os dragões só acordaram depois do golo de André Cunha e já com Belluschi. A equipa chegou a estar em cima dos gilistas, só que não havia modo de a bola entrar na baliza. Era o guarda--redes gilista, era a atenção de Cláudio, a pontaria desafinada de Kléber, tudo adiava o golo. Varela conseguiu inverter isso com um remate ao ângulo. Não chegou para dar a volta ao marcador.

V. PEREIRA: "RESERVEM JÁ AS FAIXAS"

Vítor Pereira não poupou críticas à actuação de Bruno Paixão na derrota do FC Porto diante do Gil Vicente. "Foi uma arbitragem vergonhosa. Se quiserem reservem já as faixas e levem a outra equipa ao colo", atirou o treinador dos azuis-e-brancos.

"Este encontro resume-se facilmente: uma primeira parte horrível da nossa parte, onde demonstrámos uma apatia que não é própria de quem quer ser campeão e revalidar o título", frisou Vítor Pereira, de 43 anos, reforçando depois: "A nossa equipa, má; a do Gil Vicente, digna; a de arbitragem, vergonhosa."

FC PORTO: BELLUSCHI PREGOU NUM DESERTO DE IDEIAS

Belluschi - Ficou a ideia de ter entrado tarde. Dois remates com perigo (os únicos até então por parte dos azuis) e uma assistência fantástica para o único golo portista.

Helton - Ficou a meio caminho no primeiro golo gilista. Sofreu três sem fazer uma única defesa.

Maicon - Caiçara e Richard foram autênticas dores de cabeça. A central, no segundo tempo, cumpriu.

Rolando - Ficou a ver no lance do 1-0 e no 3-0. Exibição apagada.

Otamendi - Estava a ser um dos melhores quando colocou a mão na bola na área que deu penálti. Saiu ao intervalo.

Álvaro Pereira - Pulmão inesgotável que falhou, e muito, quando a equipa mais precisava dele.

Souza - O substituto de Fernando teve uma exibição para esquecer.

Defour - Esteve em destaque quando Daniel lhe deu uma cotovelada para grande penalidade que Bruno Paixão não viu.

Moutinho - O estratega do FC Porto esteve bem, mas acabou por perder intensidade com o decorrer da partida.

Varela - Menos empolgante que nos últimos jogos, marcou um golo vistoso.

James - Nunca se libertou da teia montada pela equipa de Barcelos. Fraco.

Kléber - Uma nulidade no primeiro tempo. Na segunda parte só se viu quando foi carregado em falta na área por Adriano e depois num cabeceamento que o mesmo Adriano defendeu.

Danilo - A jogar na ala direita entrou com vontade, mas cedo perdeu gás.

Rodríguez - Última cartada de Vítor Pereira sem dar frutos.

GIL VICENTE: CLÁUDIO CANTA DE GALO NO ATAQUE E NA DEFESA

Cláudio - Central goleador (leva 4 golos) teve noite de glória em Barcelos. Bisou na partida e não perdeu um único lance no duelo com os avançados portistas.

Adriano - Decerto que não esperava uma noite tão tranquila. Só teve de se aplicar já nos minutos finais com defesa a remate de Kléber.

Daniel - Algumas dificuldades perante as cavalgadas de Álvaro Pereira. Acertou o passo para uma exibição muito positiva.

Hallison - Grande exibição do brasileiro. Colocou Kléber no bolso.

Caiçara - Uma das revelações da Liga voltou a ter exibição fulgurante. Velocidade e muita técnica ficam na retina.

Luís Manuel - Trabalhador incansável. Terminou o jogo esgotado.

Richard - Na ala esquerda foi complemento perfeito para Caiçara.

Pedro Moreira - A pouca produtividade da linha média do FC Porto muito se ficou a dever ao acerto do médio.

André Cunha- Jogo perfeito do médio que culminou num golo fantástico, num lance individual de fino recorte técnico.

Rodrigo Galo - Tentou jogar nos espaços deixados vagos pelas arrancadas de Álvaro Pereira, mas acabou por ser preciosa ajuda no plano defensivo.

Hugo Vieira - Isolado na frente de ataque não teve uma exibição de encher o olho mas deu muito trabalho aos centrais portistas.

Guilherme - Entrou para ter a bola nos pés.

Mauro - Nada acrescentou.

Tó Barbosa - Substituição para queimar tempo.

FICHA DE JOGO

LIGA - 17.ª Jornada

Estádio Cidade de Barcelos - Assistência: 7439

GIL VICENTE: Adriano, Daniel, Halisson, Cláudio, Júnior Caiçara, Luís Manuel, André Cunha (Mauro 83'), Pedro Moreira, Rodrigo Galo (Tó Barbosa 87'), Richard (Guilherme 78'), Hugo Vieira.

Treinador: Paulo Alves 

FC PORTO: Helton, Maicon, Rolando, Otamendi (Danilo 46'), A. Pereira, Souza (Belluschi 46'), João Moutinho, Defour (C. Rodríguez 74'), Varela, James, Kléber.

Treinador: Vítor Pereira

Golos: 1-0 Cláudio (15'), 2-0 Cláudio (45+1' g.p), 3-0 André Cunha (52'), 3-1 Varela (77')

Árbitro: Bruno Paixão (Setúbal) 4

Disciplina: AMARELOS : Otamendi (45'), Defour (45+3'), Rolando (61'), Belluschi (82') e Mauro (90')

Figura do jogo: Cláudio, defesa, 34 anos

FC PORTO DERROTA GIL VICENTE VÍTOR PEREIRA BARCELOS BENFICA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)