Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

DRAGÃO INSACIÁVEL

O FC Porto começou ontem a preparar o ataque ao Valência para a Supertaça Europeia e o central Pedro Emanuel não tem dúvidas que desta vez os ‘dragões’ poderão erguer o troféu, depois de na época passada terem perdido diante do AC Milan do português Rui Costa: “Estamos a preparar-nos para expormos todo o nosso potencial. Temos jogadores com muito traquejo internacional”, avisou o central, reconhecendo que há um ano o FC Porto denotou “excesso de respeito pelo Milan”.
24 de Agosto de 2004 às 00:00
Pedro Emanuel sustenta que os últimos títulos trouxeram outra notoriedade e respeito: “No ano passado éramos um bocadinho os ‘outsiders’, pelo que o FC Porto surge agora mais forte: “Depois de termos vencido a Taça UEFA e a Liga dos Campeões, permite-nos ter já outro tipo de estatuto e acho que granjeámos outro tipo de respeito também em relação aos adversários”.
Mesmo assim, Pedro Emanuel deixa claro que os campeões europeus respeitam o detentor da Taça UEFA: “O Valência é uma óptima equipa, muito bem estruturada e por isso mesmo acho que vai ser um jogo bastante equilibrado. Quem errar menos vencerá”, avisou o central, que para o jogo de sexta-feira no Mónaco reparte o favoritismo: “Como se costuma dizer, quando se está numa final é para vencer. Por isso, há que dar cinquenta por cento de hipóteses para cada lado”, apontou Pedro Emanuel, reconhecendo que o recente triunfo sobre o Benfica trouxe “motivação e confiança, que é o que nesta altura todas as equipas procuram: vencer jogos para garantir essa autoconfiança e para saber que de facto estamos no caminho certo”.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)