Dragão obriga águia a voar

Encontro com o Marítimo cheio de tecnologia. João Capela foi três vezes ao ecrã: expulsão aos 6’, um penálti anulado e outro marcado.
Por Sérgio Pereira Cardoso|17.03.19
  • partilhe
  • 5
  • +
Isto só vídeo! O FC Porto agarrou o comando da Liga num encontro marcado pela tecnologia do vídeo-árbitro. Uma expulsão, um penálti marcado e outro anulado fizeram João Capela gastar muita fita, não tanta como a que será necessária para o falatório que se adivinha. Os dragões saem por cima e passam o suspense para o jogo do Benfica, este domingo, em Moreira de Cónegos.

A partida começou praticamente com o apito à Capela. Nem 3’ volvidos e o árbitro de Lisboa assinalava penálti por braço na bola de Nanú. Dois erros: foi com o peito e fora de área. O VAR entrou em ação e o disparate foi corrigido. Pouco depois, Alex Telles imitou o que Acuña fez na véspera e o lançamento encontrou Marega sozinho. O derrube de Lucas Áfrico valeu-lhe um amarelo. Bruno Esteves mandou Capela ao ecrã. Vermelho e Marítimo com dez jogadores.

Na teoria, tudo mais simples para o FC Porto enviar a pressão para o Benfica. Na prática, foram os dragões que sentiram o stress de chegar ao golo. Só que rápido e bem... não houve quem. Nem Soares (11’), nem Marega (17’ e 24’), nem Otávio (23’) conseguiram derrubar Charles e companhia nos 20 ataques feitos em meia hora.

pub

pub

Ver todos os comentários
Para comentar tem de ser utilizador registado, se já é faça
Caso ainda não o seja, clique no link e registe-se em 30 segundos. Participe, a sua opinião é importante!