Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Dragões mostram chama

FC Porto concluiu o estágio nos Países Baixos com a conquista do Troféu Matine Brugeoises frente aos belgas do Brugge, ao vencer no desempate através dos pontapés da marca de grande penalidade por 6-5 e após 90 minutos regulamentares empatados a dois bolas.
24 de Julho de 2005 às 00:00
McCarthy apontou o primeiro golo dos portistas na marcação de um penálti
McCarthy apontou o primeiro golo dos portistas na marcação de um penálti FOTO: Luís Vieira (Record)
Depois da derrota com os holandeses do Vitesse, os ‘dragões’ encararam da melhor forma o embate frente ao campeão belga, com Co Adriaanse a apostar no 4x3x3, com a particularidade de Postiga fazer a posição de n.º 10 no apoio a McCarthy e com os dianteiros em grande mobilidade.
O FC Porto chegou à vantagem logo aos 10’, quando o sul-africano não perdoou um castigo máximo a castigar o derrube a Postiga. Os ‘dragões’ pressionavam forte à saída da área adversária, mas no contra-ataque o Brugge, nomeadamente através de Verheyen, colocava enormes dificuldades à defesa portista.
Numa das vezes Ricardo Costa substituiu Vítor Baía entre os postes, depois de Verheyen também ter ultrapassado Pedro Emanuel. O lance repetiu-se pouco depois, valendo a intervenção do capitão e, mais uma vez, com Vítor Baía ‘aos papéis’.
Sobre o intervalo, o Brugge chegou ao empate na conversão de um penálti apontado por Balaban, castigando a carga pelas costas de Lucho Gonzalez a Leko.
Num segundo tempo, a um ritmo menos acelerado e depois de várias mexidas nas duas equipas, o FC Porto dilatou a vantagem na sequência de uma fífia de Klukowski – Ricardo Costa concluiu a oferta de Quaresma – e já sobre o apito final Balaban voltou a empatar para o Brugge.
Nos penáltis, o FC Porto marcou sempre e uma defesa de Hélton valeu a conquista do troféu.
FICHA DE JOGO
Resultado: Brugge - FC Porto: 2-2 (5-6 após grandes penalidades)
Local: Estádio Jan Breydel, em Brugge
Espectadores: 15.000
Árbitro: Paul Allaerts
Brugge: Butina, Maertens, Spilar, Clement, De Cock, Vermant, Leko, Englebert, Klukowski, Verheyen, Balaban. Jogaram ainda: Ishiaku, Dufer, Blondel e Vanaudenaerde. Treinador: Jan Ceulemans.
FC Porto: Vítor Baía, Sonkaya, Ricardo Costa, Pedro Emanuel, Leandro, Raul Meireles, Lucho Gonzalez, Jorginho, Lisandro Lopez, Hélder Postiga, McCarthy. Jogaram ainda: Helton, Ibson, Ivanildo, Ricardo Quaresma, Paulo Assunção, Hugo Almeida e Pepe. Treinador: Co Adriaanse.
Golos: 0-1, McCarthy (9’, de g.p.); 1-1, Balaban (45’, de g.p); 1-2, Ricarco Costa (78’); 2-2, Balaban (87’).
Acção Disciplinar: Amarelos: Ricardo Costa (11’), Paulo Assunção (72’).
APONTAMENTOS
APRESENTAÇÃO
O FC Porto faz esta noite a apresentação oficial do plantel para a época 2005/06. O espectáculo começa às 21h30 no Dragão e a organização promete muita cor, luz e música, cuja banda sonora vai ser ilustrada pelos portuenses Blind Zero, com Miguel Guedes & Cª. A apresentação da equipa aos adeptos prevê também a participação destes ao longo de todo o espectáculo.
TRÊS DISPENSAS
Areias, Leandro do Bonfim e Sandro foram excluídos do plantel de Co Adriaanse e já nem sequer seguiram para a Bélgica. A chegada à Invicta foi assim, para estes jogadores, antecipada num dia.
PORTOMANIA
A PortoMania chega hoje ao fim, após quatro dias de certame em que foram dados a conhecer, nos mais de 30 stands instalados na feira, a gama completa de produtos licenciados pelo FC Porto. Hoje, coincidindo com a festa da apresentação do plantel, há também ‘pinta-faces’ e escultores de balões. Uma festa em tons de azul-e-branco.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)