Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Dragões querem dedicar vitória a Raul Meireles

Raul Meireles é a grande baixa na equipa do FC Porto para a estreia na Liga dos Campeões, hoje, frente ao CSKA. O centro-campista lesionou-se ontem com alguma gravidade no pé direito, pelo que deixa de ser opção para o meio campo da equipa de Jesualdo Ferreira, depois de ter estado em destaque na última jornada da Liga com um grande golo apontado ao Estrela.
13 de Setembro de 2006 às 00:00
Na altura, Raul Meireles festejou o golo apontando o dedo para uma tatuagem no braço esquerdo e que evoca o nascimento do sua primeira filha, Clara. É mais uma entre as muitas tatuagens que tem na pele, inclusive uma com o número 3 – pelo qual nutre especial carinho –, apesar de no FC Porto ostentar uma camisola com o dorsal 16.
O azarado Raul Meireles é, actualmente, uma das pedras basilares do FC Porto. A mudança táctica operada por Jesualdo Ferreira (regresso ao 4x3x3) levantou dúvidas sobre quem seria a opção para o vértice mais recuado do meio-campo, mas, no domingo, ficou claro que o internacional sub-21 português ganhou a corrida a Paulo Assunção.
Esta foi apenas mais uma batalha ganha pelo médio ao longo da sua carreira. Na época passada, Raul Meireles chegou a ser dado como dispensável do plantel dos ‘dragões’, na pré-época, mas já na ponta final do estágio convenceu Adriaanse. Antes, este filho de um enfermeiro do Boavista, com o mesmo nome, jogou sempre no Bessa até ser emprestado ao Aves na primeira época como sénior. Aí chegou a alinhar a lateral direito e central, até que Sanchez o recuperou para os ‘panteras’.
Rumou depois ao FC Porto e vingou com Co Adriaanse. Jesualdo Ferreira continuou a aposta, mas esta inesperada lesão vai afastá-lo por algumas semanas (Meireles é hoje reavaliado). O técnico do FC Porto já prometeu, entretanto, que a eventual vitória sobre o CSKA será para dedicar ao médio. “Para além dos três pontos, queremos vencer para louvar um jogador que estava em bom momento”, disse Jesualdo.
JESUALDO RETIRA PRESSÃO
O FC Porto recebe esta noite o CSKA de Moscovo na estreia na Liga dos Campeões e Jesualdo Ferreira já deixou claro que “é importante numa competição curta entrar a ganhar”. “É uma regra que me habituei a entender como importante e vamos fazer todos os esforços no sentido disso acontecer”, salienta o técnico, que, mesmo assim, retira pressão e esclarece que a vitória “não é determinante”. Jesualdo justica a razão: “Este plantel tem menos experiência do que os anteriores. E a única forma de a ganhar é participar. Os seis jogos do ano passado foram importantes, para que este ano possamos estar mais fortes.”
Acima de tudo, o técnico garante que o FC Porto “quer ganhar”, acreditando que o adversário também teme os ‘dragões’: “O CSKA vem aqui jogar contra uma equipa que sabe ser forte, que foi campeã europeia há dois anos e capaz de ultrapassar essa menor experiência a nível internacional.”
O também estreante Jesualdo Ferreira não se mostra ansioso e pede o apoio forte do público, partindo do princípio que “esta equipa russa não se sente bem quando é pressionada”.
O NERVOSISMO DO PRODÍGIO ANDERSON
Anderson, o menino prodígio do FC Porto, não esconde o seu nervosismo quando se apresta para se estrear na mais importante prova de clubes do Velho Continente. “Tenho de estar. Todo o jogo tem um pouco de nervosismo e este não vai ser diferente, ainda mais por se tratar de um jogo tão importante, o primeiro da Liga dos Campeões.”
Mesmo assim, o jovem ‘dragão’ não tem dúvidas que o FC Porto vai conseguir vencer o CSKA: “Estamos a jogar no nosso estádio. Esperamos fazer um bom jogo. No primeiro encontro é sempre importante conseguir os primeiros pontos, já que é um campeonato tão curto”, frisou o jogador, de apenas 18 anos.
Anderson vai reencontrar o seu conterrâneo Daniel Carvalho – “sonho jogar com ele na selecção brasileira” –, bem como os compatriotas Dudu e Wagner Love. “São três jogadores de selecção e de grande qualidade. Falámos durante as férias, mas agora a amizade fica fora do campo...”, advertiu Anderson, em destaque neste arranque de época do FC Porto.
NOTAS DO 'DRAGÃO'
CECH CONVOCADO
Marek Cech foi chamado aos convocados, apesar de uma síndroma gripal o ter impedido de fazer o último ensaio antes da partida com o CSKA. Jesualdo espera pelo seu restabelecimento, apesar de também ter chamado Ezequias de prevenção ao lote de convocados.
ESTREIA DE FUCILE
Jorge Fucile, que o FC Porto contratou nos últimos dias do mercado ao Liverpool de Montevideu, foi chamado por Jesualdo Ferreira para o jogo desta noite. É a estreia do lateral direito uruguaio na lista de convocados, depois de um primeiro período de adaptação à nova realidade no seio dos campeões nacionais.
DOIS REGRESSOS
Paulo Assunção deverá ser a opção de Jesualdo Ferreira para ocupar a vaga deixada em aberto pelo lesionado Raul Meireles. Outro dos regressos à lista de convocados é Quaresma, que depois da intervenção cirúrgica ao maxilar inferior foi poupado do confronto com o Estrela para estar a cem por cento frente aos russos. Em contrapartida, além de Raul Meireles, também Ibson está de fora das opções devido a lesão (fracturou um pé).
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)