Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
9

DVD de Lucílio no Ministério Público

O União de Leiria está a preparar um DVD dos jogos arbitrados por Lucílio Batista nas últimas duas épocas para enviar ao Ministério Público, revelou ontem o director desportivo do clube, que quer ver confrontadas as actuações do juiz com os relatórios dos observadores.
24 de Janeiro de 2007 às 00:00
“O cancro do futebol tem a ver com as observações”, defendeu Jorge Pereira numa conferência de imprensa que serviu para dissecar a arbitragem do Benfica-U. Leiria para a Taça.
“Se eu ganhasse na Luz estaria a tirar 45/60 mil pessoas do Estádio Nacional e a meter apenas 873”, afirmou por seu turno o treinador do Leiria, insistindo na ideia de que equipa técnica e jogadores foram “tratados como filhos de um Deus menor”. Domingos Paciência e Jorge Pereira asseguram que não está em causa a vitória do Benfica, mas “a dualidade de critérios”.
O director desportivo sublinha que os jogadores “estavam cheios de medo” por causa da alegada postura intimidatória do juiz, enquanto o treinador aproveita para deixar um recado a Lucílio Batista: “Não é preciso meter-se em bicos dos pés e quase atirar o cartão à pessoa.” Domingos acredita que houve dois pesos e duas medidas e que “quatro cartões amarelos e um vermelho” a punir o Leiria por “faltas inexistentes” provam isso mesmo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)