Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
4

“É um prémio de todo o grupo”

"É um prémio para o grupo. Digo isto sempre que ganho um prémio individual. É um prémio por marcar golos e, sem os meus companheiros, não teria conseguido tantos", disse ontem Lionel Messi, quando recebeu a Bota de Ouro, troféu que distingue o melhor marcador das ligas europeias.
30 de Outubro de 2012 às 01:00
O antigo jogador internacional espanhol Luis Suárez entregou ontem a Bota de Ouro, referente à época 2011/12, ao argentino Messi, autor de 50 golos na Liga espanhola, superiorizando--se a Ronaldo (46)
O antigo jogador internacional espanhol Luis Suárez entregou ontem a Bota de Ouro, referente à época 2011/12, ao argentino Messi, autor de 50 golos na Liga espanhola, superiorizando--se a Ronaldo (46) FOTO: Andreu Dalmau/EPA

O prémio, fruto dos 50 golos apontados na época passada na Liga espanhola, foi entregue a Messi, na Cidade Condal, pelo antigo futebolista espanhol Luis Suárez.

Messi (Barcelona) sucede ao português Cristiano Ronaldo (Real Madrid) como melhor goleador das ligas europeias. O avançado madeirense, em 2010/11, bateu o rival do Barcelona com 40 golos apontados.

Esta foi a segunda Bota de Ouro da carreira de Messi, que já conquistou também três Bolas de Ouro, distinção atribuída pela FIFA e pela ‘France Football’ ao melhor jogador do ano.

"Quando vejo Messi jogar, sou transportado para a essência do futebol. Tem tudo o que é preciso – velocidade, técnica, desenvencilha-se em espaços reduzidos...", elogiou Suárez.

Messi faz ainda parte dos 23 eleitos à Bola de Ouro de 2012. Na lista figura também o internacional português Cristiano Ronaldo. Aliás, os dois jogadores voltam a ser os principais candidatos ao troféu de melhor jogador do Mundo, numa votação elaborada pelos seleccionadores e capitães de cada país.

MESSI BOTA DE OURO BARCELONA
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)