Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
5

Entrada em falso de Selecção [Com fotogaleria]

Uma entrada em falso custou ontem a primeira derrota de Portugal frente à Rússia, um rival directo, colocando mais pressão sobre o futuro desta fase de qualificação para o Mundial de 2014.
13 de Outubro de 2012 às 01:00
Cristiano Ronaldo esteve pouco em jogo na primeira parte, destacando-se sobretudo quando caiu ao relvado por alegada agressão do central Berezutski. O árbitro nada assinalou
Ronaldo tentou acelerar o jogo na segunda parte. Sem efeitos concretos, pois os adversários estavam atentos
Paulo Bento viu-se forçado a mexer na equipa muito cedo e perdeu outro dos seus habituais titulares. Raul Meireles lesionara-se na véspera, durante o treino
Golo apontado aos seis minutos foi festejado pelos russos e por 60 mil espectadores que enchiam o estádio moscovita
Cristiano Ronaldo e Pepe estavam em dúvida, mas acabaram por jogar os 90 minutos, sem conseguirem evitar a derrota de Portugal
Miguel Lopes não comprometeu no lugar de Fábio Coentrão. No entanto, o jogador do FC Porto foi mais útil a defender do que a atacar
O seleccionador Fabio Capello conseguiu a primeira vitória da Rússia sobre Portugal
Kokorin foi outro dos jogadores russos em destaque. Deu muito trabalho a vários jogadores portugueses, como João Pereira
Kerzhakov aproveitou uma sucessão de erros infantis da defesa de Portugal para marcar o primeiro (e único) golo do Rússia-Portugal
O guarda-redes Akinfeev chegou para todas as 'encomendas' do ataque português
Silvestre Varela foi uma das apostas de Paulo Bento na corrida pelo empate, tal como Éder, mas o resultado estava feito desde os primeiros minutos
Resposta inicial de Portugal partiu dos pés de Nani, que deu muito trabalho a quem o tentava travar na ala direita do ataque
Miguel Veloso teve muito trabalho num meio-campo em que Ruben Micael não fez esquecer Raul Meireles
O cenário ficou ainda mais negro para a Selecção quando Fábio Coentrão contraiu uma lesão
Cristiano Ronaldo esteve pouco em jogo na primeira parte, destacando-se sobretudo quando caiu ao relvado por alegada agressão do central Berezutski. O árbitro nada assinalou
Ronaldo tentou acelerar o jogo na segunda parte. Sem efeitos concretos, pois os adversários estavam atentos
Paulo Bento viu-se forçado a mexer na equipa muito cedo e perdeu outro dos seus habituais titulares. Raul Meireles lesionara-se na véspera, durante o treino
Golo apontado aos seis minutos foi festejado pelos russos e por 60 mil espectadores que enchiam o estádio moscovita
Cristiano Ronaldo e Pepe estavam em dúvida, mas acabaram por jogar os 90 minutos, sem conseguirem evitar a derrota de Portugal
Miguel Lopes não comprometeu no lugar de Fábio Coentrão. No entanto, o jogador do FC Porto foi mais útil a defender do que a atacar
O seleccionador Fabio Capello conseguiu a primeira vitória da Rússia sobre Portugal
Kokorin foi outro dos jogadores russos em destaque. Deu muito trabalho a vários jogadores portugueses, como João Pereira
Kerzhakov aproveitou uma sucessão de erros infantis da defesa de Portugal para marcar o primeiro (e único) golo do Rússia-Portugal
O guarda-redes Akinfeev chegou para todas as 'encomendas' do ataque português
Silvestre Varela foi uma das apostas de Paulo Bento na corrida pelo empate, tal como Éder, mas o resultado estava feito desde os primeiros minutos
Resposta inicial de Portugal partiu dos pés de Nani, que deu muito trabalho a quem o tentava travar na ala direita do ataque
Miguel Veloso teve muito trabalho num meio-campo em que Ruben Micael não fez esquecer Raul Meireles
O cenário ficou ainda mais negro para a Selecção quando Fábio Coentrão contraiu uma lesão
Cristiano Ronaldo esteve pouco em jogo na primeira parte, destacando-se sobretudo quando caiu ao relvado por alegada agressão do central Berezutski. O árbitro nada assinalou
Ronaldo tentou acelerar o jogo na segunda parte. Sem efeitos concretos, pois os adversários estavam atentos
Paulo Bento viu-se forçado a mexer na equipa muito cedo e perdeu outro dos seus habituais titulares. Raul Meireles lesionara-se na véspera, durante o treino
Golo apontado aos seis minutos foi festejado pelos russos e por 60 mil espectadores que enchiam o estádio moscovita
Cristiano Ronaldo e Pepe estavam em dúvida, mas acabaram por jogar os 90 minutos, sem conseguirem evitar a derrota de Portugal
Miguel Lopes não comprometeu no lugar de Fábio Coentrão. No entanto, o jogador do FC Porto foi mais útil a defender do que a atacar
O seleccionador Fabio Capello conseguiu a primeira vitória da Rússia sobre Portugal
Kokorin foi outro dos jogadores russos em destaque. Deu muito trabalho a vários jogadores portugueses, como João Pereira
Kerzhakov aproveitou uma sucessão de erros infantis da defesa de Portugal para marcar o primeiro (e único) golo do Rússia-Portugal
O guarda-redes Akinfeev chegou para todas as 'encomendas' do ataque português
Silvestre Varela foi uma das apostas de Paulo Bento na corrida pelo empate, tal como Éder, mas o resultado estava feito desde os primeiros minutos
Resposta inicial de Portugal partiu dos pés de Nani, que deu muito trabalho a quem o tentava travar na ala direita do ataque
Miguel Veloso teve muito trabalho num meio-campo em que Ruben Micael não fez esquecer Raul Meireles
O cenário ficou ainda mais negro para a Selecção quando Fábio Coentrão contraiu uma lesão

O único golo surgiu na primeira oportunidade da partida, num rápido contra-ataque russo pelo centro do campo, a tirar partido de um mau passe de Ruben Micael, que substituía Raul Meireles, lesionado no treino da véspera. Com todo o jogo pela frente, Portugal não se mostrou afectado pelo percalço e veio a dominar as operações, com mais de 70 por cento de posse de bola, mais cantos e mais remates, embora sem rasgos de criatividade e raríssimas situações de golo.

Em vantagem, a Rússia entregou deliberadamente o controlo do jogo ao adversário e fechou--lhe todos os caminhos.

Talvez um cabeceamento de Bruno Alves, na sequência de um livre de Miguel Veloso, aos 14 minutos, tenha sido a situação mais flagrante para chegar ao empate, negada pelo seguríssimo guarda-redes Akinfeev.

Apesar do domínio, também não foram favoráveis a Portugal as circunstâncias da partida, disputada sob temperatura baixa, alguma chuva e num relvado artificial que criou várias dificuldades de equilíbrio e domínio da bola, agravadas aos 16 minutos, pela lesão de Fábio Coentrão, novo golpe na confiança da equipa.

No segundo tempo, manteve-se o controlo do jogo, com Cristiano Ronaldo a dispor da melhor situação, a passe de João Pereira, aos 57', mas nem as entradas dos atacantes Varela e Éder melhoraram a forma pouco objectiva e nada criativa com que a equipa tentou atacar.

Czar Pepe sem seguidores

Rui Patrício - O problema não passou por ele. No golo, Kerzhakov apareceu-lhe sozinho na cara e na única vez que foi posto à prova, defendeu o remate de Glushakov.

João Pereira - Criou uma das poucas oportunidades de golo, com um bom centro para Cristiano Ronaldo, mas o central Ignashevich cortou para canto.

Bruno Alves - Desconcentrado no lance do golo de Kerzhakov. Não acompanhou a subida de Pepe e deixou o russo em posição regular para atirar certeiro para o fundo da baliza lusa.

Fábio Coentrão - A viver momentos de frustração no Real Madrid, também em Moscovo teve azar - saiu lesionado (20').

Miguel Veloso - A jogar num ambiente que lhe é familiar (actua na vizinha Ucrânia), teve uma presença discreta.

Ruben Micael - Não agarrou a oportunidade. Perdeu a bola no lance do golo e falhou demasiados passes.

João Moutinho - Um dos habituais motores da equipa, que também enguiçou na Rússia.

Nani - Foi o jogador mais solicitado na primeira parte, mas revelou-se um autêntico desastre.

Postiga - Registou dois cabeceamentos na área russa, sempre por cima. E foi tudo.

Ronaldo - Os companheiros bem insistiram que resolvesse. Contudo, entregaram-lhe a bola quase sempre em más condições. Na grande oportunidade que teve, Ignashevich foi mais lesto.

Miguel Lopes - Defendeu bem e arriscou pouco no ataque.

Varela - Desta vez, a arma secreta não funcionou.

Éder - Talvez devesse ter entrado mais cedo. Ainda caiu na área, a reclamar um penálti.

 

Selecção Rússia Portugal Ronaldo Fifa Mundial
Ver comentários