Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
8

Eriksson: O último bicampeão

Jorge Jesus perdeu soberana oportunidade de travar a onda hegemónica do FC Porto.
9 de Abril de 2011 às 00:00
Jesus não segurou o título ganho há um ano
Jesus não segurou o título ganho há um ano FOTO: Paulo Novais/Lusa

Jorge Jesus deixou escapar neste ano uma soberana oportunidade de quebrar uma malapata que atinge o futebol do Benfica há 27 anos, não ganhar dois campeonatos de forma consecutiva.

O último treinador das águias a conseguir um bis foi o sueco Sven-Goran Eriksson, nas épocas de 1982/83 e 1983/84. Desde então, um deserto nesta matéria. De resto, nestes 27 anos, o Benfica apenas chegou ao título máximo do futebol nacional em seis ocasiões: 1987, 1989, 1991, 1994, 2005 e 2010. Sempre aos saltinhos, como se vê.

Este cenário marca uma viragem histórica na hegemonia do futebol português, pois durante muitos anos o Benfica somou títulos de modo consecutivo, na forma de bicampeonatos e até de tricampeonatos. Tetras (quatro títulos seguidos) e pentas (cinco), isso é que as águias jamais conseguiram.

Curiosamente, foi a partir desse último bis conseguido por Eriksson que o FC Porto começou a sua fase ascensional. Desde então foi 18 vezes campeão nacional.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)