Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto

Espanha volta a agradecer a Villa

Espanha venceu este sábado o Paraguai por 1-0, no último jogo dos quartos-de-final do Mundial'2010, e segue para as meias-finais onde vai encontrar a Alemanha.
3 de Julho de 2010 às 21:21
Villa voltou a ser o herói da partida
Villa voltou a ser o herói da partida FOTO: Kerim Okten/Epa

Numa segunda parte em que o Paraguai perdeu alguma chama, a Espanha controlou mais a bola e tornou-se mais pressionante. O grande momento do embate ocorreu aos 81 minutos quando Iniesta, o melhor em campo para os visitantes do site da FIFA, passou para Pedro, que acertou no poste esquerdo da baliza paraguaia. A bola acabou por sobrar para David Villa, que voltou a ser o herói do jogo. O avançado espanhol, autor do golo que eliminou Portugal nos oitavos-de-final, apontou o seu quinto tento neste Mundial e assinou o passaporte 'rojo' para as meias-finais.

O Paraguai ainda correu atrás do prejuízo, mas Casillas foi superior na hora de travar o ataque de Lucas Barrios, aos 88 minutos.

Até àquele momento, o encontro só tinha tido momentos de ansiedade com marcação de grandes penalidades, uma para cada lado. Aos 58 minutos, penálti cometido por Piqué sobre Óscar Cardozo, que, na hora de bater a 'Jabulani', permitiu a defesa de Casillas.

Dois minutos depois, foi a Espanha a beneficiar de uma grande penalidade por falta sobre Villa. Chamado a converter, Xabi Alonso fez golo, mas o árbitro mandou o médio voltar a bater a bola, uma vez que um jogador espanhol entrou na grande área antes da marcação do castigo máximo. À segunda, o guarda-redes paraguaio defendeu. O árbitro não viu falta sobre Fabregas, e ficou  um penálti por assinalar. 

Na primeira parte, encarando a Espanha olhos nos olhos, o Paraguai começou a partida bastante atrevido e disposto a mostrar os seus créditos, apostando em jogadas de contra-ataque. A equipa do benfiquista Cardozo até chegou a gritar golo, mas o auxiliar já tinha levantado a bandeira por fora-de-jogo. Valdez, o último a tocar na bola, parece estar em linha com a defesa espanhola. 

A Espanha foi apanhada de surpresa com a ofensiva adversária e demorou a construir o seu estilo de jogo. De toque em toque, lá foi subindo no terreno e encostando o Paraguai ao seu terreno de jogo. Villa e Torres foram os mais pressionantes da equipa 'roja', mas a baliza continuou longe dos avançados.

A Espanha quebrou o enguiço dos quartos-de-final e vai defrontar nas meias-finais do Campeonato do Mundo a Alemanha, que esta tarde goleou a Argentina por 4-0.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)