Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
2

Estarei lá contra os abutres

Prometia ser uma mera conferência de Imprensa para a apresentação do novo jornal do Benfica. No entanto, de pacífica nada teve. É que quando o presidente dos ‘encarnados’ Luís Filipe Vieira foi confrontado pelos jornalistas com os assuntos do momento – críticas, contratações, dispensas – este ‘explodiu’, atirando-se aos ex-dirigentes Gaspar Ramos e Manuel Boto – que o haviam acusado de “gestão amadora”e do clube ser uma “barriga de aluguer”, respectivamente –, prometendo candidatar-se à presidência caso algum destes o faça.
13 de Janeiro de 2005 às 00:00
“São uns invejosos, principalmente porque agora não têm nenhum protagonismo. Desafio a apresentarem-se como candidatos, eu irei recandidatar-me e quero estar na primeira linha para lutar contra eles”, disse Vieira, muito satisfeito com a actual gestão: “Conseguimos reconstruir o Benfica, hoje é um clube respeitado no mundo financeiro. Queremos ser campeões mas não deixaremos dívidas para a próxima gestão, como aconteceu connosco, que ainda temos de pagar 800 mil euros do passe de Paulo Nunes.”
O CM tentou uma reacção dos dois ‘alvos’ de Vieira, mas Gaspar Ramos esteve incontactável até à hora do fecho da edição, enquanto Manuel Boto não quis comentar.
Quanto aos tão falados reforços, Vieira voltou a não referir nomes, confirmando, novamente, que o plantel será reforçado.
“Temos um plantel enriquecido, mas com lacunas. Vamos fazer alguns reajustamentos com criatividade suficiente porque não nadamos em dinheiro”, disse, não confirmando os nomes que têm vindo a público. “É tudo folhetim, os tais Nuno Assis e os Abéis...”, disse.
TOMO SOKOTA RESCINDE
À semelhança do que aconteceu na véspera com Zahovic, ontem foi a vez de Sokota rescindir o seu contrato. Vieira também confirmou o abandono do croata, salientando que o jogador não teve sorte em Lisboa devido à “arreliadora lesão que o afastou por muito tempo”.
“É do domínio público que o Benfica não está interessado em renovar com o Sokota. A ligação acabou e só podemos agradecer o seu passado no Benfica, pois nada é eterno”, afirmou o presidente.
Quem foi sobejamente elogiado por LFV foi Zahovic, que aproveitou para atacar os jornalistas: “É um grande homem. Vocês, imprensa, criaram um ambiente ao seu redor que tornou impossível a sua manutenção. Conseguiram afundá-lo. Tentaram assassinar Zahovic.”
Já sobre a continuação de Roger no plantel dos ‘encarnados’, Vieira foi enigmático: “Não sei de nada. Quem descobriu o Brasil fomos nós, os portugueses...”
DISCURSO DIRECTO
"São uns invejosos. [Gaspar Ramos e Manuel Boto], principalmente porque agora não têm nenhum protagonismo." Luís Filipe Vieira
"Gaspar Ramos critica porque lhe tirei o lugar na tribuna presidencial." idem
"Excepto Luisão e Alcides todos os jogadores são activo da SAD. Não somos nenhuma barriga de aluguer dos fundos de investimento." idem
"Pretendo contratar Manuel Boto e ‘Gastar Ramos’ para preparador físico e treinador do Benfica, respectivamente, porque ambos são exímios na interpretação do futebol." idem
"É inegável que conseguimos reconstruir o Benfica, hoje um clube respeitado no mundo financeiro." idem
"Queremos ser campeões mas não deixaremos dívidas para a próxima gestão." idem
"Até ao fim de Janeiro vão aparecer reforços." idem
"Há um entendimento que vai ser aprofundado entre o Benfica e o Sporting, a fim de credibilizar o futebol português." idem
ESTÁGIO À... PORTA FECHADA
O plantel do Benfica está desde ontem em estágio em Óbidos, onde fica até sábado, véspera do jogo com o Boavista, no Estádio da Luz.
O treinador Giovanni Trapattoni tem ao seu dispor todos os elementos que compõem a equipa, cujos treinos bi-diários são à porta fechada, havendo apenas contactos com a Imprensa previstos para o último dia de estágio.
A comitiva benfiquista está instalada no Hotel Marriot e os treinos decorrem num campo anexo. O último treino em Óbidos realiza-se no sábado, pelas 10h30, seguindo-se uma conferência de Imprensa com um dos treinadores. Após o almoço, a equipa regressa a Lisboa ficando, até à hora do jogo, no Hotel Solplay.
O estágio que decorre em Óbidos está rodeado de grandes medidas de segurança, a cargo da GNR, elementos de uma empresa privada e seguranças do próprio hotel onde a equipa ficou alojada, para evitar qualquer perturbação causada pela presença de adeptos benfiquistas ou de jornalistas.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)