Barra Cofina

Correio da Manhã

Desporto
3

ESTORIL CONFIRMA LIDERANÇA

O Estoril confirmou-se, ontem, como líder da Liga de Honra com um triunfo (2-0) difícil frente a uma equipa capaz de responder às exigências da prova: o Penafiel respondeu ao mesmo nível e, embora sem grandes primores técnicos, podia mesmo regressar a casa com pelo menos um dos três pontos em disputa.
22 de Setembro de 2003 às 00:00
Actuando com menos um elemento no último quarto de hora, por expulsão do brasileiro Wellington, que agrediu inexplicavelmente Paulo Sousa, o Penafiel ainda dispôs de oportunidades para evitar a derrota, mas a sorte não estava com os nortenhos, que quase igualaram o marcador quando Quim rematou ao poste.
Mas a partida não deixou grandes recordações aos que a testemunharam, pois as duas equipas optaram pela picardia e confronto físico em vez de colocarem a bola na relva e tentarem acções atacantes que valorizassem o jogo, o qual só proporcionou algum interesse na derradeira meia hora, com o funcionamento do marcador.
O Estoril foi na primeira parte um conjunto sem ideias, a favorecer a missão defensiva do Penafiel, que nem por isso retirou grandes dividendos nas respostas, que, sem grande nexo, tentou oferecer.
GOLPE DE MISERICÓRDIA
A entrada do possante Marco Paulo foi o golpe de misericórdia para o conjunto nortenho, já que a acção demolidora do ponta-de-lança estorilista foi fatal para Odaír e seus pares, os quais também encontraram dificuldades perante as iniciativas atacantes do defesa Rui Duarte.
Marco conseguiu o golo da tranquilidade já ao cair do pano. Um tento que já se esperava dado o fluxo de oportunidades que o avançado tinha, até então, desperdiçado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)